MENU

Sob o carinho da massa, jogadores do Fla desembarcam em Maceió

Sob o carinho da massa, jogadores do Fla desembarcam em Maceió

Atualizado: Terça-feira, 15 Fevereiro de 2011 as 8:52

Máquinas a postos, engatilhadas, pescoços esticados até o limite e paciência para enfrentar a falta de espaço. Os rubro-negros de Alagoas não pouparam esforços para ver o Flamengo chegar a Maceió, no início da madrugada desta terça-feira. Também não aliviaram a garganta para cantar e gritar à espera dos ídolos. Nesta quarta-feira, a equipe enfrenta o Murici, pela primeira fase da Copa do Brasil.

A concentração no aeroporto Zumbi dos Palmares começou quase duas horas antes do pouso do avião que levou a delegação do Rio à capital alagoana. Por volta de 23h30m (0h30m no horário de Brasília), os jogadores desembarcaram sob alvoroço e histeria de cerca de 500 torcedores.

Uma recepção calorosa, especialmente para Ronaldinho Gaúcho. Escoltado por cinco seguranças, o craque foi o primeiro a passar pelo saguão. Muito sorridente, atravessou um cordão de isolamento e acenou para os torcedores até a entrada no ônibus. Os demais jogadores e os membros da comissão técnica surgiram em seguida. O lateral-direito Léo Moura, os meias Thiago Neves e Renato, o atacante Deivid, o zagueiro Ronaldo Angelim e o técnico Vanderlei Luxemburgo foram muito festejados.

- Uma recepção maravilhosa - disse Thiago Neves.

- Ótimo, ótimo - resumiu Luxemburgo.     Enquanto os jogadores ainda se acomodavam, os rubro-negros cercaram o veículo para fazer uma imensa festa. Impressionados, alguns jogadores registraram a cena com as câmeras dos telefones celulares.

O estudante Lucas Costa, de 21 anos, era um dos mais animados. De cadeira de rodas, levou baquetas e um tarol para ajudar a ditar o ritmo da festa. Vítima de um tumor na medula, Lucas perdeu os movimentos das pernas aos dez anos. O envolvimento com o esporte não é apenas de torcedor. Ele faz parte da Seleção Brasileira de basquete para cadeirantes e joga na Associação de Deficientes Físicos de Alagoas (Adefal).  

- Estou muito ansioso e empolgado para ver o Ronaldinho em campo. Mas mesmo sem ele não estivesse aqui estaríamos à espra do Flamengo. Acompanho o time sempre que posso e pelo menos uma vez por ano vou ao Rio, já que tenho família por lá. O time ainda está em formação, Ronaldinho e Thiago Neves não estão 100%, mas vai melhorar. O Murici não vai conseguir atrapalhar.

A delegação está hospedada em um hotel na praia Lagoa da Anta e também foi recepcionada por torcedores. Três viaturas da Polícia Militar estão estacionadas na entrada do local para manter a ordem. 

A partida contra o Murici terá início às 22h de Brasília (21h no horário local) e vai marcar a estreia das duas equipes na Copa do Brasil. Uma vitória do time da Gávea por dois ou mais gols de diferença evitará o confronto de volta, no Rio, e já qualificará o Rubro-Negro para a próxima fase.          

veja também