MENU

Sob pressão no São Paulo, Henrique mantém otimismo para cavar espaço

Sob pressão no São Paulo, Henrique mantém otimismo para cavar espaço

Atualizado: Terça-feira, 6 Setembro de 2011 as 9:59

O Mundial Sub-20 foi especial para Henrique. Título mundial, artilheiro e melhor jogador da competição. O atacante conquistou todos os prêmios possíveis. De quebra, ainda renovou o contrato com o São Paulo, com direito a um bom aumento de salário. Nem tudo, porém, são flores. Henrique ainda não conseguiu apresentar no Tricolor o mesmo futebol que mostrou com a camisa canarinho e, por isso, sofre pressão da torcida.

O técnico Adilson Batista, muitas vezes, prefere até mesmo avançar o meia Lucas a colocar Henrique em campo. Diante do Figueirense, o jogador só ganhou a vaga de titular por conta da ausência de Dagoberto, que teve uma amigdalite. Henrique foi discreto contra o Figueira. Ele ainda está à sombra de Dagol, mas se mostra otimista para cavar uma vaga entre os titulares do Tricolor.

- Vou trabalhar no dia a dia para procurar meu espaço e conquistar a confiança do treinador. Vou fazer meu papel, independentemente da posição. Estou à disposição para servir o São Paulo.

O atacante Henrique ainda busca seu espaço no time do São Paulo (Foto: Luiz Pires/VIPCOMM)

  Na Seleção Brasileira Sub-20, Henrique se destacou jogando mais adiantado, com liberdade para cair pelas laterais. No time do Morumbi, por outro lado, o atacante teve de se acostumar com um posto diferente. Ele foi recuado, atuando quase como um meio-campo e tendo de colar nos volantes do Figueira. Para o jogador, essa mudança foi decisiva para o desempenho abaixo da média na primeira chance como titular. Mas, apesar de preferir jogar avançado, garante que consegue se adaptar rapidamente ao novo posto.

- Na Seleção, não me preocupava em marcar, enquanto aqui, tive de acompanhar o volante até a zaga. Fiz a função que o Adilson pediu e acho que fui bem. Devagarzinho vou me adaptando a esse novo estilo aqui no São Paulo.

Em breve, além da concorrência com Dagoberto, Fernandinho e Willian José, Henrique também brigará por uma vaga com Luis Fabiano, que se recupera de uma cirurgia no joelho esquerdo e deve estar apto a reestrear pelo Tricolor até o começo de outubro. No entanto, Henrique não teme a disputa com o Fabuloso.

- Quanto mais atacantes de qualidade, melhor para o São Paulo. Luis Fabiano é um jogador consagrado. Só vai nos ajudar. Precisamos mesmo ter um elenco forte, porque o Brasileirão é longo.          

veja também