MENU

Soderling bate Federer e Nadal pode tomar a ponta do ranking

Soderling bate Federer e Nadal pode tomar a ponta do ranking

Atualizado: Quarta-feira, 2 Junho de 2010 as 8:06

Algoz do espanhol Rafael Nadal em Roland Garros-2009, o sueco Robin Soderling eliminou o suíço Roger Federer na tarde desta terça-feira. Com a derrota nas quartas de final, o atual número 1 do mundo pode perder o posto para o espanhol Rafael Nadal em Paris.

Depois de uma interrupção pela chuva, Soderling venceu por 3 sets a 1, com parciais de 3/6, 6/3, 7/5 e 6/4. O sueco cometeu 15 erros não forçados a mais, mas aplicou 66 winners contra 54 do adversário e aproveitou quatro de nove break-points, o dobro do suíço.

Cabeça de chave número 5 de Roland Garros, Soderling perdeu todos os confrontos anteriores com Roger Federer. Entre 2004 e 2009, ambos se enfrentaram 12 vezes e o sueco ganhou míseros dois sets. Na única final, justamente em Roland Garros-2009, o suíço venceu com parciais de 6/1, 7/6 (7-1) e 6/4.

Adversário do compatriota Nicolas Almagro nas quartas de final, Rafael Nadal pode voltar à liderança do ranking mundial com o pentacampeonato. No entanto, se Federer permanecer na ponta ele iguala o recorde do norte-americano Pete Sampras de 286 semanas como número 1 do mundo.

Dono de 16 títulos de Grand Slam, um recorde, o suíço não parava antes da semifinal em um dos quatro maiores torneios do calendário desde 2004, quando caiu diante do brasileiro Gustavo Kuerten nas quartas. O suíço disputou a final do evento francês nas últimas quatro temporadas.

Na tentativa de alcançar a decisão de Roland Garros pela segunda temporada consecutiva, Soderling encara o tcheco Tomas Berdych. Cabeça de chave número 15, ele venceu o russo Mikhail Youzhny, 11º favorito, com parciais de 6/3, 6/1 e 6/2 em mais um duelo realizado na tarde desta terça-feira.

O confronto direto entre Robin Soderling e Tomas Berdych no circuito é acirrado. Em sete duelos, o sueco contabiliza quatro vitórias. O tcheco, que passou das quartas de final de um Grand Slam pela primeira vez, levou vantagem no último duelo, já que ganhou com um duplo 6/2 na semifinal do Masters 1000 de Miami-2010.

veja também