MENU

Sonho de ser novamente artilheiro faz Keirrison ser traído pela memória

Sonho de ser novamente artilheiro faz Keirrison ser traído pela memória

Atualizado: Quarta-feira, 1 Setembro de 2010 as 7:19

O atacante Keirrison vai disputar na quinta-feira, contra o Avaí, na Vila Belmiro, pelo Brasileirão, seu segundo jogo como titular do Santos. Ele ainda não marcou nenhum gol, não está no melhor de sua forma, lhe falta ritmo de jogo. Mesmo assim, sonha ser, mais uma vez, artilheiro da mais importante competição do País. Em 2008, K9, atuando pelo Coritiba, terminou o campeonato com 21 gols, ao lado de Washington (Fluminense) e Kléber Pereira (Santos). Pode parecer uma missão impossível, mas o atacante cita o próprio Brasileirão 2008 como exemplo de que pode atropelar na reta final e surpreender.

Só que a vontade de ser artilheiro é tanta que até confunde a memória do jogador. Em 2008, ele se atrasou com relação a seus concorrentes por causa de uma lesão. Em suas próprias palavras:

- Quando fui artilheiro em 2008, fiquei 13 ou 14 rodadas fora por causa de uma lesão. Lembro que quando voltei, o Kléber Pereira estava com oito ou nove gols e acabei alcançando - diz.

Na verdade, os números não são esses. Keirrison se machucou no dia 11 de maio 2008, logo na primeira rodada do campeonato nacional, durante jogo contra o Palmeiras. Ele sofreu uma grave lesão muscular e ficou quase dois meses parado. Só voltou contra o Internacional, dia 6 de julho, na nona rodada. Ou seja, perdeu sete jogos. Quando voltou, Kléber Pereira havia marcado três gols. Washington, por sua vez, ainda não havia decolado: tinha marcado só um gol.

A missão agora é muito mais complicada. Bruno César, do Corinthians, já fez oito gols. Elias, do Atlético-GO, é o vice-artilheiro, com sete.

- Sei que é difícil, pois o Santos é uma equipe muito visada, a marcação tem sido forte. Mas esse é um objetivo que pretendo alcançar. Claro que penso no Santos primeiro e depois em mim.

veja também