MENU

Sonnen explica significado oculto por trás de entrevistas dos lutadores

Sonnen explica significado oculto por trás de entrevistas

Atualizado: Quarta-feira, 4 Abril de 2012 as 11:49

Chael Sonnen é conhecido no mundo do MMA por falar demais. Sempre com a língua afiada, o americano ganhou a fama de falastrão por provocar seus oponentes, sobretudo o brasileiro Anderson Silva, com quem volta a lutar no dia 23 de junho, no Engenhão. Nesta terça-feira, o peso-médio voltou a discursar em uma rede de TV americana. Com um ar autoritário, Sonnen criticou a postura atual dos lutadores do Ultimate diante da imprensa. Segundo ele, o que é dito pelos atletas na frente da mídia é uma mentira e quase sempre tem um outro significado.

- Existe uma grande diferença entre o que os lutadores falam e o que eles querem dizer. Por exemplo: ''Eu não quero deixar a luta nas mãos dos juízes'' na verdade significa que eu não treinei para uma luta de três rounds. ''Eu estou cercado por uma nova equipe em um novo camping'' quer dizer que que todos os meus amigos antigos me abandonaram. E que tal ''preciso ir para um camping de treinamento para estar isolado?" Isso significa que minha mulher e meus filhos estão me deixando louco - afirmou Chael Sonnen.

Se preparando para desafiar o campeão dos pesos-médios e seu maior desafeto, Anderson Silva, Chael Sonnen também afirmou que a maioria dos lutadores não sabem reconhecer o mérito de um oponente. Ele ressaltou que após lutar com Bisping, em janeiro, fez questão de dizer que o oponente inglês conseguiu lhe bater forte e, inclusive, o machucou.

- Eu não entendo por que os lutadores não falam francamente. Na minha última luta enfrentei um cavalheiro chamado Michael Bisping. Ele me bateu bem forte e doeu muito. As pessoas ficaram chocadas quando eu admiti isso. Porque estão acostumados com mentiras. Mas adivinhe só: o seu ego é tão pequeno que você não pode cumprimentar um cara que consegue te bater e machucar? - questionou o americano.

Sonnen já teve uma chance de conquistar o título que pertence ao Spider, no UFC 117, em agosto de 2010, mas foi derrotado no fim por finalização quando dominava amplamente o combate desde o primeiro round. Desde então, Anderson Silva tem sido seu maior alvo de provocações.

veja também