MENU

Sucesso de vendas, nova camisa 3 tenta derrubar retrospecto negativo

Sucesso de vendas, nova camisa 3 tenta derrubar retrospecto negativo

Atualizado: Quarta-feira, 19 Outubro de 2011 as 3:37

Antes mesmo de ser usada na noite desta quarta-feira, diante do Universidad de Chile, a nova camisa número 3 do Flamengo já vendeu cerca de 70 mil peças. Agora, em campo, o uniforme terá que derrubar o tabu de não dar sorte ao Rubro-Negro.

A história mostra que o Flamengo não tem levado sorte com os terceiros uniformes. Até hoje, foram seis camisas número 3. O retrospecto é assustador: duas vitórias, sete empates e dez derrotas.

Em 2001, por exemplo, o time que ficou marcado com a conquista do tricampeonato estadual disputou o Torneio Rio-São Paulo com o terceiro uniforme e não venceu sequer um jogo. Foram cinco derrotas e um empate.

- Não sou supersticioso, não. Independente da camisa, temos que buscar a vitória – afirmou Ronaldinho Gaúcho.

Adílio, Léo Moura, Adryan e Nunes apresentaram o terceiro uniforme em setembro

(Foto: Janir Junior / GLOBOESPORTE.COM)

A camisa número 3 anterior à atual, nas cores azul e amarela, tinha restrição no estatuto do clube e não podia ser usada no estado do Rio. O mesmo não acontece com o novo modelo, preto, com uma faixa horizontal vermelha na altura do peito.

O Flamengo utilizará a nova camisa nos jogos pela Copa Sul-Americana. Os goleiros Felipe e Paulo Victor também pediram os modelos para usá-los no Campeonato Brasileiro, quando os demais jogadores estiveram com o uniforme rubro-negro.          

veja também