MENU

Surpreendido, ?sumido? Alex admite não lembrar de última convocação

Surpreendido, ?sumido? Alex admite não lembrar de última convocação

Atualizado: Sexta-feira, 24 Setembro de 2010 as 1:23

O nome de Alex não figurou no apelo nacional antes da lista final de Dunga para a Copa do Mundo. Tampouco sua ausência foi apontada pela torcida como um dos fatores para nova eliminação eliminação. O zagueiro do Chelsea enfrentou algumas lesões e precisava enfrentar a concorrência de dois ídolos do clube e consagrados na posição: John Terry e Ricardo Carvalho. Mas a venda do último para o Real Madrid mudou radicalmente o cenário. Não à toa Alex é hoje um jogador de Seleção Brasileira.

Surpreendido ao descobrir que fora convocado por Mano Menezes, o defensor sequer soube apontar de cabeça a última vez que vestiu a camisa amarelinha. Nós te ajudamos, Alex: foi no dia 26 de março de 2008, na vitória sobre a Suécia, em Londres, em um amistoso que marcou a estreia de Alexandre Pato pela seleção principal. Mas voltemos ao outro Alex.

– Estou com 28 anos ainda. Tinha a esperança de disputar a Copa do Mundo, não deu certo, mas sabia que fazendo um bom trabalho depois eu teria o meu lugar. Dependo muito de estar jogando, participando bem do Chelsea. De fato, as aparições no time titular aumentaram. Dos sete jogos dos Blues na temporada, Alex foi titular em cinco deles – foi substituído em um e ficou no banco em outro, quando o técnico Carlo Ancelotti preferiu poupar seus principais atletas. Moral com o chefe italiano ele tem.

– Depende de cada treinador. Aqui sempre mudava, mas agora estou tendo a oportunidade de jogar mais. O Ancelotti sempre gostou muito de brasileiros, já tinha levado alguns para o Milan, e também sempre pergunta por eles para nós. Os ingleses também estão buscando jogadores brasileiros mais novos – afirmou o jogador de 28 anos, que terá 32 durante a Copa no Brasil.

Se a idade não parece ser um empecilho, o local menos ainda. A Seleção Brasileira ficará entre os dias 6 e 13 de outubro em Londres, cidade onde mora desde que se transferiu para o Chelsea, em 2007.

– É melhor ainda estar em casa – encerrou.

Seja em Londres ou com a amarelinha.

veja também