MENU

Suspensos, Fred e He-Man marcaram quase 50% dos gols do Flu em 2011

Suspensos, Fred e He-Man marcaram quase 50% dos gols do Flu em 2011

Atualizado: Quarta-feira, 19 Outubro de 2011 as 11:08

De uma vez só o Fluminense pode perder os seus dois maiores goleadores na temporada. Na partida do próximo sábado, contra o Atlético-MG, às 18h (de Brasília), no Engenhão, pela 31ª rodada do Campeonato Brasileiro, o técnico Abel Braga não terá o capitão Fred, suspenso pelo terceiro cartão amarelo. E tudo leva a crer que também não poderá contar com Rafael Moura, punido com duas partidas de suspensão pela cusparada que deu em Renato Abreu, no Fla-Flu do último dia 9 de outubro - o departamento jurídico tricolor ainda não decidiu se vai tentar o efeito suspensivo. Duas ausências e uma pancada em cheio no poder de fogo tricolor. Junta, a dupla marcou quase 50% dos gols do Fluminense em 2011.

Junta, a dupla Fred e Rafael Moura já marcou 44 gols na temporada 2011:

ou 47,8% dos gols tricolor no ano (Foto: Wallace Teixeira/ Photocamera) Ao todo, o Tricolor já balançou as redes 92 vezes na temporada. Fred foi responsável por 25 gols. He-Man anotou 19. Eles ocupam os postos de artilheiro e vice-artilheiro do Tricolor no ano. Na única vez em que nenhum dos dois entrou em campo em 2011, no entanto, o Fluminense soube se virar bem: 3 a 1 sobre o Atlético-PR, no Engenhão, ainda pelo primeiro turno do Campeonato Brasileiro. Ciro e Conca formaram a dupla de ataque na partida que marcou a despedida do argentino. Os gols foram marcados por Mariano e Ciro (duas vezes).

- São jogadores que vão fazer falta. Mas até que ponto isso vai mudar a história do jogo, não sabemos. Só mesmo quando a partida acabar. Se ganharmos, vão dizer que a falta deles não foi sentida. Se perdemos, a análise será ao contrário. Claro que queríamos contar com Fred e Rafael Moura. Sem falar que o Marquinho também não joga. Mas não podemos ficar lamentando muito. Temos uma semana boa, sem jogos. É o momento para acertar tudo e escolher a melhor opção para substitui-los - analisou o também atacante Rafael Sobis.

Sem Fred e Rafael Moura, Abelão terá de escolher o parceiro de Sobis entre Martinuccio e Ciro. O primeiro, que entrou no segundo tempo da vitória sobre o Palmeiras e até deu a assistência para o segundo gol de Fred, larga na frente. Ciro, por sua vez, não foi sequer relacionado para as duas últimas partidas. Possivelmente sem uma referência no ataque, Sobis deixou claro que não terá problemas para exercer a função.

- Já joguei muito assim. No ano de 2005 todo, por exemplo. Hoje em dia, vários jogadores exercem diversas funções em campo. A adaptação não é tão complicada - disse o atacante, em referência à uma de suas temporadas no Internacional.        

veja também