MENU

Taj Burrow decide bateria e fatura o título na Gold Coast australiana

Taj Burrow decide bateria e fatura o título na Gold Coast australiana

Atualizado: Sexta-feira, 5 Março de 2010 as 12

Taj Burrow demorou a encontrar as ondas certas. Após 15 minutos de bateria, sua maior nota - em quatro tentativas - era 1,13. Quando o australiano achou o caminho, no entanto, o sul-africano Jordy Smith, não teve chance. Duas ondas, um 7,40 e um 6,17, colocaram o surfista da casa na liderança. Dez minutos depois, Taj comemorava o título na Gold Coast, a primeira etapa do Circuito Mundial.

Foi a segunda vitória seguida de Taj, já que, no fim do ano passado, ele fechou a temporada com o título do Pipeline Masters.

O triunfo na Gold Coast - por 15,57 a 12,56 - o coloca na liderança do ranking, com 10 mil pontos, e deixa Taj US$ 50 mil (cerca de R$ 90 mil) mais rico. O sul-africano Jordy Smith ganhou US$ 25 mil (R$ 45 mil) e 8 mil pontos.

Mesmo com a vantagem após o 6,17, e o mar mexido, rendendo poucas chances, o surfista da casa não descansou. Sua onda seguinte lhe rendeu a melhor nota da bateria - 8,17 - e sacramentou a liderança. Depois disso, Smith só conseguiu trocar seu 5,17 por um 5,73 e ficou precisando de 8,74 para virar. O mar não ajudou, e Taj saiu com a vitória por 15,57 a 12,56.

- Estou muito feliz agora. É o melhor sentimento da Terra - disse o campeão.

O melhor brasileiro na etapa foi Adriano de Souza, o Mineirinho, eliminado nas quartas de final. O potiguar Jadson André parou na terceira fase, diante de Mineirinho. Os catarinenses Neco Padaratz e Marco Polo foram derrotados na repescagem.

No feminino, a cearense Silvana Lima caiu nas quartas. A paranaense Bruna Schmitz parou antes, nas oitavas. As semifinais serão disputadas em dois duelos entre Havaí e Austrália: Coco Ho x Stephanie Gilmore e Chelsea Hedges x Melanie Bartels.

veja também