MENU

Técnico da Espanha rejeita rótulo de principal favorita ao título da Copa

Técnico da Espanha rejeita rótulo de principal favorita ao título da Copa

Atualizado: Segunda-feira, 31 Maio de 2010 as 9:15

Vicente del Bosque, técnico da Espanha, se negou a colocar sua seleção como a principal candidata ao título mundial na África do Sul. Em entrevista ao site da TV espanhola La Sexta, ele disse que pretende evitar que seus jogadores tenham um excesso de autoconfiança. Por isso, considera que todos os rivais da Fúria têm a mesma importância.

- Há um pensamento geral de que o normal seria que a Espanha ganhe a Copa, mas não é assim. Temos 31 rivais e alguns deles tem um nível tão bom ou melhor que o nosso e, inclusive, antecedentes melhores. Estamos bem, mas a Copa é algo especial. Temos de saber jogar e o equilíbrio no futebol é o mais importante. Não dá para vacilar nem contra Honduras, porque seria a primeira pedra para o fracasso. Nós somos nossos piores inimigos - diz.

Apesar de admitir que a Espanha está em um bom momento para ganhar sua primeira Copa do Mundo, Del Bosque não quer estabelecer expectativas exageradas para a seleção.

- Acredito que durante o Mundial ocorre uma valorização em função do resultado e também dos fatores que levaram a ele. Por exemplo, após a Copa na Alemanha, em 2006, quando entramos pela repescagem e caímos nas oitavas, seguimos a mesma linha e, dois anos depois, ganhamos a Eurocopa. Isto demonstra que ganhar é importante, mas também ter uma filosofia adequada.

Para Del Bosque, seria um contrasenso se a seleção espanhola tivesse um técnico estrangeiro, já que existem vários de bom nível no paós. Para ele, a função exige um bom jogo de cintura para driblar os problemas naturais.

- O futebol é injusto e cruel. Podem chegar momentos ruins e espero estar à altura para enfrentá-los. Para ser técnico da Espanha, não posso dar muitos solavancos. Tenho de trabalhar corretamente com os jogadores e ter um sistema de jogo adequado.

veja também