MENU

Técnico no futebol americano é suspenso por bônus para machucar rivais

Técnico é suspenso por bônus para machucar rivais

Atualizado: Quinta-feira, 22 Março de 2012 as 8:45

O treinador Sean Payton, do New Orleans Saints, foi suspenso nesta quarta-feira pela NFL (Liga de Futebol Americano) por um ano. O técnico é um dos envolvidos no esquema de compensação financeira para os jogadores de defesa da equipe machucar os adversários. 

Payton tinha conhecimento da prática ilegal e deixará de receber US$ 7,5 milhões, aproximadamente R$ 13 milhões em 2012. O time do New Orleans Saints será forçado a pagar uma multa de US$ 500 mil, cerca de R$ 900 mil. Além disso, a equipe perdeu o direito de suas segundas escolhas no draft das temporadas de 2012 e 2013.

As punições para os Saints não pararam por aí. Gregg Williams, ex-coordenador defensivo do time foi suspenso indefinidamente e, ao término da próxima temporada, o comissário Roger Goodell irá rever a punição. Já o gerente geral da franquia, Mickey Loomis, foi suspenso sem pagamento pelos primeiros oito jogos da temporada regular da temporada 2012, e o assistente-técnico Joe Vitt está fora das primeiras seis partidas.

Esta é a primeira vez que um técnico principal é suspenso pela Liga. A NFL ainda não definiu a punição para os atletas envolvidos no escândalo.

Entenda o escândalo

A NFL abriu investigação no último dia 2 de março acerca de um possível bônus oferecido aos jogadores do New Orleans Saints para lesionar seus rivais.  Assim, os atletas recebiam benefícios regularmente por interceptações e recuperações de fumbles. Além disso, a compensação era maior ainda quando os oponentes não retornavam ao gramado, após se machucarem. 

A investigação mostrou que mais de US$ 50 mil, cerca de R$ 90 mil, foram "arrecadados" durante o auge do programa, nos playoffs de 2009, temporada em que o New Orleans Saints foi campeão do Super Bowl contra o Indianapolis Colts. 

veja também