MENU

Tévez e Mancini entram em rota de colisão no City

Tévez e Mancini entram em rota de colisão no City

Atualizado: Quinta-feira, 12 Maio de 2011 as 9:42

A relação entre Mancini e Tévez já viveu dias bem melhores (Foto: agência Getty Images)

  A histórica classificação para a Liga dos Campeões da próxima temporada parece não ter sido suficiente para o Manchester City estar em harmonia. A relação entre o treinador Roberto Mancini e o atacante Carlitos Tévez ficou notoriamente estremecida após o duelo do terça-feira, quando os Citizens venceram o Tottenham por 1 a 0 e se qualificaram pela segunda vez na história para a mais importante competição europeia (sua única presença foi na temporada 1968/69).

Durante o embate com os Spurs, Tévez ficou na suplência e, contrariado, via seus companheiros em dificuldade. Aos 19 minutos da etapa final, Mancini mandou o argentino aquecer, porém logo depois mudou de ideia e colocou em campo Patrick Viera. Sem disfarçar sua irritação, Carlitos voltou para o banco. E, faltando apenas sete minutos para o fim (o gigante Peter Crouch já marcara contra o único gol do jogo), o técnico do City resolveu enfim optar pela entrada do ex-jogador do Corinthians.

Após a partida, mesmo com a festa entre os Blues, ficou evidente o clima ruim entre Tévez e Mancini que revelara as boas chances de o atacante deixar o clube inglês e defender alguma equipe italiana na próxima temporada.

Procurando deixar de lado a polêmica com o avante argentino, Roberto Mancini preferiu valorizar a conquista do Manchester City, o mais novo integrante da Liga dos Campeões.

- Estou feliz porque este era o nosso maior objetivo. Quando cheguei aqui, eu disse que o City iria se tornar uma das duas ou três maiores equipes da Europa. Conseguimos ia classificação porque os jogadores queriam jogar a Liga dos Campeões – disse o treinador ao jornal “The Independent”.        

veja também