MENU

Átila Abreu espera utilizar os erros do passado como aprendizado para 2011

Átila Abreu espera utilizar os erros do passado como aprendizado para 2011

Atualizado: Terça-feira, 15 Março de 2011 as 10:28

Líder de metade da temporada 2010, Átila Abreu acabou 'derrapando' na fase final da Stock Car. Com isso, o piloto da AMG Motorsport acabou terminando na quinta colocação geral. Mas as quebras e problemas já são parte do passado do paulista. Na verdade, eles são um exemplo de como a equipe deve trabalhar para esta temporada.

- Acho que o começo do ano foi acima das nossas expectativas. Eu liderei exatamente a metade da temporada e depois eu tive alguns problemas no final, especialmente nos playoffs. Já não é a primeira vez onde nossas quebras ocorreram na fase decisiva: em quatro corridas, eu não terminei três. Isso prejudicou bastante, mas serviu como aprendizado. A gente vai trabalhar bastante em cima dos nossos erros do passado e, com certeza, eu espero estar brigando pelo título - afirmou.

Essa será a terceira temporada de Átila sob o comando de Ingo Hoffmann. O piloto de 23 anos está bem acompanhado na categoria: o 'Alemão', como é conhecido Ingo, é o maior vencedor da Stock Car, com doze títulos ganhos. Além dessa experiência, o paulista vê outro lado positivo nesse longo 'casamento'.

- O importante é você se dar bem com a sua equipe. Não adianta você estar cinco anos e não estar vivendo um bom relacionamento. Eu graças a Deus me dou muito bem com a equipe. No ano passado, eu tive uma proposta financeiramente muito boa para mudar de equipe, mas eu me sentia muito bem aqui. Eu resolvi apostar e realmente foi um ano muito bom. Acho que eu estou mais maduro e nosso entrosamento está cada vez melhor - disse.

Mas se Átila já está confirmado na AMG, o companheiro de equipe ainda não foi anunciado. Na temporada passada, o paulista teve dois parceiros: Gustavo Sondermann e Thiago Marques. Com a vaga ainda em aberto, Átila 'denuncia' sua torcida.

- Eu espero que seja um piloto que fique o ano inteiro. Quanto o Thiago (Marques), eu diria que hoje 85% de chance é de ser ele. Mas aí não depende de mim, é ele que tem que fechar tudo. Da minha parte, eu gostaria muito. Eu gosto muito dele e da família dele. Então, eu acho que esse é um caminho para ambos terem bons resultados - comentou.

Mas se os erros já atrapalharam Átila nas suas primeiras temporadas na Stock Car, ele espera que esses mesmos equívocos sejam positivos agora. Os 'segredos' para chegar ao título são aqueles mesmos que tiraram o 'sono' no passado. - Eu estou indo para a minha quarta temporada na categoria. Nos três anos, eu passei para os playoffs, e nos três anos, meu desempenho foi pior na fase final do que na anterior. Então, a gente está focando bastante para poder chegar ao final com mais jogos de pneus, mais forte no final do que no começo - denunciou.      

veja também