MENU

Timão estreia "formação ideal" contra o Independiente-COL

Timão estreia "formação ideal" contra o Independiente-COL

Atualizado: Quarta-feira, 10 Março de 2010 as 12

Em um momento turbulento na temporada, o Corinthians tenta usar a Taça Libertadores para esfriar o clima quente que se instalou no clube nas últimas semanas. Pela primeira vez com a equipe considerada ideal pelo técnico Mano Menezes, o Timão enfrenta o Independiente Medellín-COL, nesta quarta-feira, às 21h50 (de Brasília), no estádio El Campín, em Bogotá, pela segunda rodada do Grupo 1. A TV Globo mostra o jogo para os estados de SP, RS, SC, PR, GO e TO.

Apesar da vitória por 1 a 0 sobre o São Caetano, no último sábado, pelo Paulistão, o Corinthians não vive uma fase de tranquilidade. O Alvinegro ainda não conseguiu engrenar em 2010 e preocupa a torcida pelo mau futebol, principalmente na competição sul-americana. Na estreia, uma suada vitória por 2 a 1, de virada, sobre o Racing-URU colocou o clube na ponta da classificação.

Desta vez, os obstáculos aumentam ainda mais. Além de atuações irregulares, o Corinthians terá pela frente a altitude de 2.640 metros da capital colombiana. A delegação chegou à cidade apenas na véspera do jogo para evitar que alguns atletas sintam os efeitos. Mesmo assim, tubos de oxigênio serão levados para o estádio, sem contar os cuidados com os temperos utilizados na alimentação.

- Esse é um ponto importante, mas só vamos sentir no jogo. É a primeira partida da equipe fora de casa e na altitude. Vamos sentir o comportamento dela na prática. Cada um tem uma reação, mas espero que os efeitos não sejam negativos - disse o técnico Mano Menezes.

No Independiente, a busca é pela primeira vitória na competição. A equipe empatou por 1 a 1 com o Cerro Porteño-PAR, em Assunção, e aparece na terceira colocação, já que o Racing derrotou os paraguaios na terça-feira, em Montevidéu. No Campeonato Colombiano, também está em terceiro.

Força máxima na Colômbia

Pela primeira vez na temporada, o Corinthians, enfim, poderá mandar a campo a formação que é considerada ideal por Mano Menezes. Com a liberação de Danilo, Chicão e William, que estavam no departamento médico, o treinador não tem problemas para montar a formação que vai tentar a segunda vitória na Taça Libertadores.

Se no meio a principal novidade é o retorno de Danilo, que estreia na Libertadores depois de ficar fora por conta de uma lesão na coxa esquerda (ele jogou no último domingo, contra o São Caetano), no ataque a presença de Ronaldo é a atração. O Fenômeno foi poupado da partida com o Azulão para estar melhor nesta quarta-feira.

- Nós temos tomado muito cuidado com ele, para não haver um risco maior de desgaste. Por isso o poupamos no domingo (contra o São Caetano) para termos o jogador em melhor condição para a Libertadores – falou o comandante.

A defesa alvinegra também volta a ser a mesma que o torcedor está acostumado. Chicão, recuperado de dores na planta do pé direito, e William, pronto depois de sofrer lesão muscular na coxa direita, estão confirmados como titular. No meio-campo, para fazer companhia a Danilo, estarão Ralf, Elias e Tcheco.

Já o Independiente deve ter apenas uma alteração. O atacante Mário Giménez deve ocupar o lugar de Tressor Moreno para formar dupla com Felipe Pardo. Os destaques são o goleiro paraguaio Bobadilla, o zagueiro brasileiro Anselmo de Almeida e o volante Javier Restrepo.

veja também