MENU

Timão exclui do uniforme as cinco estrelas acima do escudo do clube

Timão exclui do uniforme as cinco estrelas acima do escudo do clube

Atualizado: Quarta-feira, 26 Outubro de 2011 as 11:53

Tite veste camisa do Timão sem as estrelas

(Foto: Mauro Horita / Agência Estado) O Corinthians anunciou nesta quarta-feira, em seu site oficial, que retirará do uniforme ainda durante o Campeonato Brasileiro as cinco estrelas que ficam acima do escudo do clube. A direção e o departamento de marketing querem evitar que uma grande quantidade de produtos à venda nas lojas do Timão percam o valor em caso da conquista do torneio nacional de 2011.

Quatro estrelas fazem referência aos títulos do Brasileirão de 1990, 1998, 1999 e 2005. Já a maior delas, acima de todas as outras, representa a vitória no Mundial Interclubes de 2000. Todas sumirão da camisa já na próxima remessa que será entregue pela fornecedora de material esportivo, provavelmente no início do mês de novembro.

- Não há estrelas que brilhem mais do que as outras. E não há dúvidas de que essa história centenária continuará no caminho das conquistas, anexando novas "vitórias de estimação" aos Corinthianos.Mas se título cada um tem o seu preferido, o emblema é único - escreveu o clube em um comunicado em sua página na internet.

A comissão técnica, aliás, já vinha utilizando uniformes sem as estrelas. A expectativa é de que o Corinthians chegue à reta final apenas com o símbolo na camisa. O escudo ganhará até alguns centímetros a mais por causa da retirada das referências aos títulos.

Confira a nota oficial divulgada pelo Corinthians

"A história do Corinthians é grandiosa. Marcada por infinitas glórias.

As conquistas são muitas. Heróicas. Épicas.

Uma visita ao Memorial do clube dá bem a noção do quão vencedor é o Corinthians. Vale a pena!

E cada Corinthiano tem a sua conquista preferida. Algum título em especial é mais marcante na vida de cada fiel. Todos têm a sua "vitória de estimação".

Há o Corinthiano que se recorda com carinho de determinado título porque foi o primeiro a assistir no estádio. Para alguns, marcante foi aquela primeira conquista comemorada ao lado do filho. Ou a última na companhia do saudoso pai.

Há aqueles, mais vividos, que se emocionam ao lembrar do título do 4º Centenário.

Para muitos, nada superará o grandioso título de 1977.

E o que dizer dos títulos de 1982 e 1983 conquistados quando o Corinthians dava exemplo de democracia para o Brasil?

Inesquecíveis, também, são os títulos da Copa do Brasil, buscados em terras distantes.

Enfim, títulos é o que não falta. Preferências também não.

Nenhum desses acima citados, porém, estão representados na nossa camisa, como se tivessem sido preteridos.

Não há como o clube eleger os principais. Não há principais. Não há estrelas que brilhem mais do que as outras.

E não há dúvidas de que essa história centenária continuará no caminho das conquistas, anexando novas "vitórias de estimação" aos Corinthianos.

Mas se título cada um tem o seu preferido, o emblema é único.

É o belíssimo desenho de Rebolo que une todos os Corinthianos em torno de uma única paixão.

É o escudo que nos protege dos adversários. É o distintivo que nos distingue dos outros.

A camisa continuará com o escudo na altura do coração. Agora, até maior.

E do lado de dentro, no coração de cada um, continuará a brilhar a estrela preferida."

veja também