MENU

Timão perde de 2 a 0 para o Grêmio de Presidente Prudente

Timão perde de 2 a 0 para o Grêmio de Presidente Prudente

Atualizado: Segunda-feira, 22 Março de 2010 as 12

O Corinthians criou, pressionou, acertou a trave. Mas nada disso evitou a derrota para o Grêmio Prudente por 2 a 0 neste domingo, no estádio Eduardo José Farah, em Presidente Prudente, pela 15ª rodada. Mesmo assim, o Timão foi beneficiado pela derrota do Botafogo-SP para o Paulista e continuou no G-4 do Campeonato Estadual.

Com os mesmos 26 pontos que começou a rodada, o Timão permaneceu na quarta colocação, mas agora seguido bem de perto por Portuguesa, Botafogo-SP e Grêmio Prudente, todos com 25. O time de Presidente Prudente, aliás, conseguiu com esse triunfo manter viva a esperança de estar nas semifinais do torneio.

O Corinthians volta a campo pelo Paulistão na quarta-feira, às 21h50m (de Brasília), contra o Paulista, na Arena Barueri. Esse é o último jogo, de três, que o Timão faz no estádio como mandante. Antes, empatou com Rio Branco e venceu o Santo André. Já o Grêmio Prudente tem duelo na quinta-feira, às 19h30 (também de Brasília), contra o Mogi Mirim, em casa.

Trave, meia bicicleta... mas nada de gol

Com sete mudanças em relação ao time que iniciou o duelo do meio de semana contra o Cerro Porteño, pela Libertadores, o Corinthians apresentou uma normal falta de entrosamento. Melhor para o Grêmio Prudente, que foi para cima. Aos três minutos, Flavinho fez boa jogada pela esquerda e cruzou para Tadeu. Moacir apareceu para salvar.

A equipe anfitriã, aliás, apostava tudo em sua dupla de ataque. Mais centralizado, Tadeu aguardava pelas boas jogadas do companheiro. Porém, a defesa alvinegra conseguiu neutralizá-los e evitou que o goleiro Julio Cesar, substituto do suspenso Felipe, tivesse muito trabalho. O time do interior dominava, mas não transformava isso em gols.

Impaciente, a torcida corintiana presente ao estádio Eduardo José Farah começou a pedir a entrada de Dentinho aos 23 minutos. Mas o que teve como resposta foi um bom lance de Jorge Henrique, principal concorrente do jovem alvinegro na briga para ser titular. Aos 24, ele roubou a bola de Flavinho, avançou e chutou rasteiro. Márcio espalmou.

O lance acordou o Corinthians em campo. E até o fim do primeiro tempo, os comandados de Mano Menezes pressionaram o adversário. Começou aos 29, quando Tcheco chutou e Souza tentou aproveitar o rebote. O atacante foi parado pela zaga. Aos 35, a melhor chance. Tcheco cobrou escanteio, e Danilo desviou de cabeça, acertando a trave.  

Confira os lances da partida:

No minuto seguinte, Roberto Carlos arriscou em cobrança de falta de longa distância. O chute do lateral-esquerdo, no entanto, desviou na barreira. Por fim, aos 38, Tcheco avançou pelo meio e rolou para Danilo. O meia fez ótimo cruzamento e encontrou Souza. O camisa 19 tentou uma meia bicicleta, mas mandou por cima do travessão.

Mesmo assim, após significativa melhora no volume de jogo do Timão, a torcida não mudou de ideia e ao final da etapa inicial gritou da arquibancada: “Dentinho, Dentinho, Dentinho”.

Segundo tempo

E dessa vez ela foi atendida. No retorno para o segundo tempo, o técnico Mano Menezes sacou o meia Danilo e escalou Dentinho. Mas foi o Grêmio Prudente que chegou com perigo pela primeira vez. Aos três minutos, Flavinho chutou cruzado da direita da grande área e obrigou o goleiro Julio Cesar a realizar grande defesa.

A resposta alvinegra foi sem querer. Aos cinco, Roberto Carlos tentou cruzar, a bola pegou efeito e por muito pouco não enganou o goleiro Márcio, que espalmou por cima do gol. Aos 11, a jogada praticamente se repetiu. O lateral mandou para a área e novamente assustou Márcio, que espalmou para o meio. Tcheco cruzou, Souza cabeceou e ele defendeu.

O Grêmio Prudente, no entanto, mostrou aos 18 minutos que não estava morto. Apesar da superioridade do Corinthians, os donos da casa é que abriram o placar. Após bom cruzamento de Marcos Assunção da esquerda, Robson se antecipou a Leandro Castán e marcou de cabeça. Os alvinegros reclamaram bastante de falta no zagueiro.

A torcida do Corinthians gritou pelo gol de empate aos 24, mas a bola tinha batido pelo lado de fora da rede. Foi após cobrança de falta de Tcheco para a área que Dentinho cabeceou. Aos 26, o Timão chegou de novo com perigo. Após cruzamento, Márcio se atrapalhou, Jorge Henrique e Tcheco tentaram na sobra, mas foi Elias quem chutou por cima.

Depois de sofrer o gol, o Timão ficou meio perdido em campo, dando cada vez mais espaço para os donos da casa. Mas chegou com enorme perigo aos 39. Iarley avançou pela direita e rolou para Dentinho chutar. Leonardo salvou em cima da linha. Os visitantes seguiram na pressão até o fim, mas não conseguiram evitar a terceira derrota no Estadual.

Pior ainda: levaram o segundo aos 49 minutos. Marcos Assunção bateu de longe, Julio Cesar espalmou mal e Robson, após cruzamento de Henrique Dias da esquerda, marcou seu segundo gol na partida, dando números finais ao duelo.

veja também