MENU

Timão quer cuidado com 'presentes' e sonha com mais três reforços de peso

Timão quer cuidado com 'presentes' e sonha com mais três reforços de peso

Atualizado: Quinta-feira, 19 Maio de 2011 as 9:49

Edu Gaspar em entrevista no Corinthians (Foto: Leandro Canônico / Globoesporte.com)

  Fora da Libertadores na fase prévia, o Corinthians terá de fazer uma boa campanha no Campeonato Brasileiro se quiser retornar à competição sul-americana em 2012. Para que isso aconteça, o presidente Andrés Sanches não quer economizar. Depois de pagar R$ 14 milhões pelo meia Alex, do Spartak Moscou-RUS, o Timão quer mais atletas renomados para fortalecer o elenco e brigar pelo título nacional.

- O grupo está montado, temos uma base sólida. Mas precisamos trazer alguns jogadores, como o caso do Alex. Jogadores que venham para somar. Estamos buscando mais duas ou três peças nesse nível. É notório que o Corinthians precisa de atletas de peso para jogar o Campeonato Brasileiro – afirmou o gerente de futebol Edu Gaspar.

O Corinthians está de olho no mercado. O clube negocia com os volantes Cristian, do Fenerbahce-TUR, e Fábio Simplício, do Roma-ITA, e o meia Seedorf, do Milan-ITA. Na quarta-feira, o clube fechou a contratação do atacante Emerson Sheik, ex-Fluminense. O jogador será apresentado na próxima segunda-feira, ficando à disposição de Tite.

A direção, porém, quer muito cuidado nas negociações para não cometer erros e gastar desnecessariamente com jogadores que não renderão o esperado. Como fala abertamente que procura reforços, o clube recebe diariamente dezenas de ofertas de empresários ou grupos de investidores interessados em colocar seus atletas no Alvinegro.

- Muita gente quer facilitar a nossa situação. Tem grupo de investidor, etc. Mas nem tudo é viável para o clube. Tudo tem de ser estudado. Tem de ver se vale a pena, se é um jogador que cabe no Corinthians, tem a questão da idade. É preciso ficar atento, porque não podemos errar – ressaltou Edu.

Mas é exatamente através de um grupo que o Corinthians pode ser o destino do goleiro Renan, do Avaí. O banco BMG estuda adquirir os direitos do camisa 1, avaliados em R$ 5,5 milhões. Em seguida, ele seria repassado ao Timão sem custo.        

veja também