MENU

Timão se destaca nos índices de disciplina do Brasileiro

Timão se destaca nos índices de disciplina do Brasileiro

Atualizado: Sexta-feira, 22 Julho de 2011 as 11:58

Tite tem na marcação uma das grandes armas para manter o Corinthians líder do Campeonato Brasileiro. Mas pressionar o adversário não significa ser indisciplinado na equipe que venceu nove das dez partidas disputadas até o momento. Primeiro colocado nos desarmes entre os 20 participantes, o Timão prova que é possível jogar com disciplina neste estilo mais forte.

Desde a derrota para o Santos na final do Paulistão, o técnico alvinegro alterou a forma de atuar, principalmente em partidas no Pacaembu. O treinador posiciona agora praticamente todos os seus jogadores no campo inimigo, aumentando a marcação dos atacantes sobre os defensores e acarretando erros de passes dos adversários.

Paulinho e Ralf são os principais responsáveis pelo combate do Timão (Foto: Mauro Horita / Agência Estado)

  Com os volantes Ralf e Paulinho se destacando no combate, ninguém desarmou o adversário mais vezes que o Corinthians no torneio. Foram 521 desarmes até agora. Em roubadas de bola (tirá-la do controle rival e continuar jogando), o Alvinegro segue em alta, com 160 roubadas, em terceiro lugar – abaixo de Bahia e Flamengo.    O elevado número mostra que não é preciso fazer faltas para cumprir as orientações táticas. A equipe paulista cometeu somente 163 infrações, ocupando o 14º lugar no quesito. O Internacional, quinto colocado na classificação, está em primeiro, com 209, seguido por Coritiba (11º), com 208, e Avaí (antepenúltimo), com 206. O Santos (14º) foi quem menos parou o jogo, com 137.   - A bola chega na defesa espirrada porque a marcação do meio-campo e do ataque está forte. Todo mundo se ajuda e, quando cansa, já pede para sair. Essa entrega em campo é fundamental – disse o meia Danilo que, apesar de não ter tanta velocidade, também colabora na marcação.

Em decorrência das poucas faltas, o Corinthians tem também uma baixa média de cartões amarelos. O Timão é o quarto time menos advertido do Brasileirão, com apenas 20 cartões, pouco acima do Santos, o primeiro, com 14. América-MG e Avaí são os últimos, com 31. O clube do Parque São Jorge não levou nenhum vermelho (Palmeiras, Cruzeiro, Internacional, Figueirense, Botafogo, Vasco e Atlético-GO são os outros sem expulsões).

Com sete pontos de vantagem para o segundo colocado, o Corinthians é melhor que os adversários diretos nas estatísticas citadas. Em faltas, os outros integrantes do G-4 estão acima do Timão: o São Paulo cometeu 181, contra 171 do Flamengo e 198 do Palmeiras.

Nos desarmes, o Rubro-Negro aparece logo abaixo da equipe de Tite, com 435. Já o Tricolor paulista surge com 391, acima do Verdão, com 303. O maior equilíbrio está nos cartões. O Flamengo tem os mesmos 20, contra 21 do Palmeiras e 26 do São Paulo.

Mesmo perdendo o título para o Santos na decisão do Paulistão, o Corinthians teve algo a comemorar. O clube recebeu o troféu Fair Play por ser o mais disciplinado. Agora, no Brasileirão, segue o mesmo caminho, desta vez querendo levar a taça de campeão para casa.

- O objetivo do time é jogar bem e ser competitivo. Sempre com lealdade – resumiu Tite.            

veja também