MENU

Time que mais apanha, Palmeiras vive rotina de expulsões dos rivais

Time que mais apanha, Palmeiras vive rotina de expulsões dos rivais

Atualizado: Quinta-feira, 10 Março de 2011 as 11:15

Pela quinta vez nos últimos seis jogos, o Palmeiras terminou uma partida com um jogador a mais em campo. Contra o Noroeste, na vitória por 2 a 1 desta quarta-feira, o Verdão teve vantagem numérica durante quase todo o segundo tempo depois da expulsão do zagueiro Mateus. O fato recorrente tem uma razão, pelo menos no Campeonato Paulista. Em partidas do estadual, o Palmeiras é a equipe que mais sofre faltas, com média de 22 por jogo.

Em Bauru, o time sofreu exatamente 22 infrações. O destaque é que nove dessas faltas foram em cima de Valdivia, disparado, o jogador mais caçado da partida. Em uma dessas jogadas, o camisa 10 foi derrubado e causou a expulsão de Mateus, no início do segundo tempo. O Verdão perdia por 1 a 0 no momento do cartão vermelho e conseguiu a virada jogando com um a mais. Nos últimos quatro jogos palmeirenses no torneio estadual, foram quatro expulsões do adversário. E em dois jogos pela Copa do Brasil, o time viu mais dois cartões vermelhos para rivais.

Pelo Paulistão, contra o Mogi Mirim, Bruno de Jesus foi expulso, mas o Verdão não conseguiu sair do empate sem gols. O mesmo cenário ocorreu contra o Santo André: Gilberto levou o vermelho ainda no primeiro tempo, e o Palmeiras ficou com vantagem numérica por quase 70 minutos. Depois de muitos gols perdidos, o placar terminou zerado.     No clássico com o São Paulo o Verdão soube aproveitar o fato de ter um jogador a mais. A expulsão de Alex Silva culminou na reação alviverde e no empate por 1 a 1, com gol de Adriano. O volante Marcos Assunção admite a dificuldade que a equipe teve em alguns dos jogos com vantagem numérica.

- É melhor jogar com um jogador a menos, mas temos muita dificuldade quando temos essa oportunidade e não fazemos o gol. Temos de estar tranqüilos e fazer o melhor, com 11, dez ou nove jogadores do outro lado - afirmou Assunção.

Na Copa do Brasil, o time também passou por essa situação - e em dose dupla. Contra o Comercial-PI, no jogo de volta da primeira fase da Copa do Brasil, o Palmeiras perdia muitos gols e era ameaçado pela equipe piauiense em alguns lances, até que o Comercial ficou sem dois jogadores. As expulsões de Rafael e Evandro ocorreram com o placar em 0 x 0. Depois disso, Adriano brilhou e fez quatro gols na goleada por 5 a 1 que classificou o Alviverde à próxima fase.

Com o time caçado em campo, as oportunidades de cartões para o adversário aumentam. Por isso, Felipão costuma pedir tranquilidade aos seus atletas para que eles saibam aproveitar melhor a vantagem. Peça central do esquema palmeirense, Valdivia é quem mais sofre. Mas, ao mesmo tempo, é aquele que pode cavar mais cartões que favoreçam a equipe nos próximos jogos.      

veja também