MENU

Tirone confirma proposta do Fla por Kleber, mas avisa: 'Não vendo'

Tirone confirma proposta do Fla por Kleber, mas avisa: 'Não vendo'

Atualizado: Segunda-feira, 20 Junho de 2011 as 2:49

Kleber fez cinco jogos e tem três gols no Brasileirão

(Foto: Agência Estado)

  O presidente do Palmeiras, Arnaldo Tirone, confirmou nesta segunda-feira que tem em sua mesa uma proposta do Flamengo, assinada pela presidente Patrícia Amorim, para contratar o atacante Kleber. Porém, apesar do valor de R$ 7 milhões, o dirigente do Verdão avisa que o seu camisa 30 não está à venda.

O interesse rubro-negro não é novo, mas ficou mais forte no final da última semana. Após a goleada palmeirense de 5 a 0 sobre o Avaí, domingo no estádio do Canindé, Kleber, autor de dois gols, desabafou. Disse que parecia ser mais valorizado fora do clube – no Flamengo, no caso – do que no próprio Palmeiras. A revolta do Gladiador era com relação a uma frase do próprio Tirone, que disse que na Gávea o atacante ainda teria de buscar seu espaço, sendo que no Palestra Itália ele já era uma realidade.

Ainda à noite, os dois conversaram e desfizeram o que chamaram de um mal-entendido. Na manhã desta segunda, em contato com a produção da TV Globo, Tirone confirmou que recebeu a proposta do Flamengo, mas que não está disposto a vender Kleber.

- A proposta chegou, mas nós não queremos vender o Kleber. Essa é a posição oficial do Palmeiras. O Kleber não está à venda.

A negociação não envolveria apenas Flamengo e Palmeiras, já que o Cruzeiro detém 50% dos direitos do jogador. A multar rescisória de Kleber é de € 6 milhões (equivalente a R$ 13,7 milhões). Se o Rubro-Negro pagar o valor da multa de forma integral, o Alviverde não terá como frear o negócio. A partir daí, a decisão ficará com o jogador.

Como já participou de cinco jogos pelo Campeonato Brasileiro, marcando três gols, Kleber só poderia fazer mais duas atuações com a camisa verde para não inviabilizar uma possível transferência para um clube da Série A, conforme regulamento da CBF.          

veja também