MENU

Tirone convence vice, e Palmeiras se prepara para ter diretor pago

Tirone convence vice, e Palmeiras se prepara para ter diretor pago

Atualizado: Quinta-feira, 3 Novembro de 2011 as 3:50

Roberto Frizzo vai ter de 'engolir' diretor de futebol

(Foto: Julyana Travaglia / GLOBOESPORTE.COM) O vice-presidente Roberto Frizzo terá de engolir a contratação de um diretor remunerado para gerir de forma profissional o futebol do Palmeiras. Avesso à ideia desde que assumiu o comando do departamento, no início da temporada, Frizzo sempre disse que não precisava de auxílio na função. No entanto, o presidente Arnaldo Tirone se mostrou convencido de que a contratação de um diretor seria necessária e passou a cogitar nomes para o cargo.

A decisão representa mais uma demonstração de força do técnico Luiz Felipe Scolari no clube. Os constantes atritos com Frizzo fizeram o técnico pedir um diretor para conduzir assuntos relativos ao time, como contratações e saídas de jogadores. O vice-presidente, antes incisivo em suas declarações, mostra tom mais conciliador ao falar sobre o assunto.

- É um assunto que está sendo comentado com o presidente. Quando estiver bem definido, isso virá à tona. Já temos dois profissionais remunerados e não vejo problema nisso, temos de ver o que é melhor para o clube – afirmou Frizzo, à Rádio Bandeirantes.

O nome mais cotado é o do ex-jogador César Sampaio, que teve passagem de sucesso pelo Palmeiras nos anos 90. Sampaio exerceu seu último cargo diretivo no Rio Claro, e é nome bem visto por Felipão, que trabalhou com ele na conquista da Taça Libertadores de 1999. Ele já foi procurado por representantes da diretoria palmeirense, mas ainda não se decidiu.

A chegada do novo diretor diminuiria os poderes de Frizzo no futebol, já que é ele quem centraliza todas as decisões do departamento. Como é eleito, o vice-presidente não perderia seu cargo, apenas teria menor influência. Na gestão de Luiz Gonzaga Belluzzo, o clube chegou a ter dois diretores de futebol (Genaro Marino e Savério Orlandi), mais o gerente Toninho Cecílio.        

veja também