MENU

Tite cobra outros setores para acabar com 'Liedsondependência' no Timão

Tite cobra outros setores para acabar com 'Liedsondependência' no Timão

Atualizado: Quarta-feira, 6 Abril de 2011 as 10:07

Os nove gols de Liedson em 11 partidas com a camisa do Corinthians não são o bastante para o técnico Tite. Apesar de estar satisfeito com o desempenho do Levezinho, o treinador cobra dos outros jogadores uma maior divisão dos gols da equipe, principalmente agora, com a aproximação da fase final do Campeonato Paulista.

O Timão não sabe o que é vencer quando Liedson não marca. Nos quatro jogos em que ele não balançou a rede, foram dois empates (Paulista e Botafogo-SP) e duas derrotas (Ponte Preta e São Paulo). Nos outros sete duelos em que ele anotou, foram sete triunfos alvinegros (Ituano, Mogi Mirim, Santos, Grêmio Prudente, Linense, Americana e Oeste).

Contra o Mirassol (vitória por 3 a 2), o centroavante não atuou por um problema no joelho direito, mas foi substituído à altura. Willian marcou duas vezes. Dentinho, com quatro, é o vice-artilheiro da equipe na temporada, seguido por Fábio Santos, com três.

- Temos que fazer a correção de rumo. Não temos que ficar só na dependência do Liedson e do Willian. Os meias têm de fazer mais gols, entrar na área, concluir mais. Temos que melhorar a bola parada, nosso poder de fogo de média e longa distância - destacou o comandante.

Além de mais gols, Tite não quer que a equipe caia de rendimento em um momento tão importante do torneio. O Corinthians não vence há duas rodadas, mas, na visão do comandante, vem apresentando um bom futebol, o que o credencia para brigar com os rivais pelo título estadual de 2011.

- A equipe é inteligente, sabe onde erra. Foi a primeira que se classificou no Paulista, mas vem de dois resultados que não gostaríamos. Tivemos um bom desempenho principalmente contra o São Paulo - enalteceu.

O empate por 0 a 0 com o Botafogo-SP, em Ribeirão Preto, deixou o Corinthians mais distante da liderança. O clube tem agora 35 pontos, três a menos que o Palmeiras e dois abaixo do São Paulo. Faltando duas rodadas para o fim da primeira fase, o treinador ainda confia na chegada ao primeiro lugar. O Timão pega São Caetano (casa) e Santo André (fora).

- Temos a necessidade de vencer, jogar bem e ainda atingir o primeiro lugar. Essa é a minha cobrança - completou.      

veja também