MENU

Tite não compara Adriano a Ronaldo e descarta lugar cativo no ataque

Tite não compara Adriano a Ronaldo e descarta lugar cativo no ataque

Atualizado: Quarta-feira, 30 Março de 2011 as 11:05

Adriano chega ao Corinthians pelas mãos de Ronaldo, mas terá um tratamento muito diferente daquele que o Fenômeno teve em pouco mais de dois anos no clube. À espera do Imperador, o técnico Tite avisa que o jogador não ganhará regalias e vai brigar sem privilégios para conseguir uma vaga no ataque do Timão no Campeonato Brasileiro.

No atual esquema alvinegro, Adriano entraria no lugar de Dentinho. Liedson é intocável, enquanto Jorge Henrique tem algumas funções na armação, ao lado de Morais. Mesmo ambos sendo centroavantes, o comandante entende que o Imperador pode atuar ao lado do Levezinho, revezando as saídas da área.

- Podem jogar juntos? Podem. O desempenho é que vai trazer a titularidade. Mas meu foco agora é no Campeonato Paulista, estar nas primeiras posições. Isso é o segundo passo. Primeiro, ele tem que retornar clinicamente do problema no ombro – disse.

Com a instabilidade de Adriano pelos últimos clubes que passou, Tite ressalta que não tem obrigação de escalá-lo como titular. Com Ronaldo, a situação era outra. O Fenômeno sentou no banco de reservas apenas nos dois primeiros jogos pelo clube, contra Itumbiara-GO e Palmeiras, em 2009. Mesmo em má forma física, ele tinha presença garantida, o que prejudicou a equipe sobretudo na Libertadores 2011.

- Cada atleta é um atleta. Não vamos comparar. O que posso dizer é que não dá para comparar nada ao Ronaldo – lembrou.

O treinador comemora a chegada de um jogador com características de um típico centroavante. Desde as saídas de Ronaldo e Souza o Timão não tinha alternativas assim. Liedson, mesmo marcando muitos gols, se movimenta bastante pelo ataque.

- Uma grande equipe é feita de diferentes características para as necessidades do jogo. A necessidade de ter um pivô para jogada aérea é do jogo também – completou.      

veja também