MENU

Tite nega crise com Bruno César e Roberto Carlos e explica situações

Tite nega crise com Bruno César e Roberto Carlos e explica situações

Atualizado: Quarta-feira, 9 Fevereiro de 2011 as 9:10

O clima hostil vivido pelo Corinthians após a eliminação na Taça Libertadores aumentou os rumores de um problema entre o técnico Tite, o lateral-esquerdo Roberto Carlos e o meia Bruno César. Os jogadores estão fora da equipe que enfrenta o Ituano, nesta quarta-feira, às 22h (de Brasília), no Pacaembu, pelo Campeonato Paulista. O treinador, porém, garante que a relação com ambos é boa.

Os boatos de uma possível crise de Tite com Roberto Carlos começaram na Colômbia. O pentacampeão foi barrado na véspera da partida contra o Tolima por causa de dores musculares na coxa direita. Entretanto, já na volta ao Brasil, ele vem treinando normalmente. Segundo o comandante, o atleta precisa aprimorar o condicionamento.

- Ele está em processo de recondicionamento e está entregue ao Dudu (Eduardo Silva, preparador físico) e depois será a mim, tal qual Roberto e Dentinho. Não tenho problema com o Roberto. É a palavra do técnico (na Colômbia). Técnico avalia intensidade do treinamento. O relato do atleta era falta de confiança. Uma mais a outra, não tem condição (de jogar) – disse.

Já Bruno César vem perdendo espaço gradativamente com o treinador. Constantemente substituído, ele ficou sem a vaga e titular logo depois do primeiro jogo contra o Tolima, pela fase prévia da Libertadores. No último domingo, caiu para a quarta opção do setor. Danilo e Ramírez foram titulares e Morais entrou no segundo tempo.

- Ele vai ter que retomar o melhor momento técnico. Isso é natural na vida de qualquer profissional. Não é gostar ou deixar de gostar. Tivemos cinco ou seis jogos que ele não teve o mesmo desempenho do ano passado. Não é questão de preferência – explicou.

Bruno César, aliás, sofreu uma contusão muscular na coxa direita durante o treinamento desta terça-feira, no CT Joaquim Grava, e não foi relacionado para enfrentar o Ituano. No Rio de Janeiro, especula-se que o Vasco possa tentar contratá-lo.   Por: Carlos Augusto Ferrari

veja também