MENU

Tite quer usar semana livre para 'trabalhar o psicológico' do Timão

Tite quer usar semana livre para 'trabalhar o psicológico' do Timão

Atualizado: Segunda-feira, 7 Novembro de 2011 as 2:19

Tite reprovou atuação do Corinthians no jogo contra

o América--MG em Uberlândia (Foto: Ag. Estado) No ano passado, o Corinthians esteve bem perto de conquistar o Campeonato Brasileiro e vacilou em jogos-chave na reta final, especialmente nos empates com Vitória e Goiás, que terminaram o torneio rebaixados. Neste ano, o treinador não quer nem saber de ver o mesmo filme novamente. Contra isso, ele aposta na maturidade do atual elenco alvinegro.

Com a semana livre, já que encara o Atlético-PR apenas no domingo, às 17h, no estádio do Pacaembu, Tite espera que o elenco absorva bem a derrota para o América-MG, no último domingo, em Uberlândia, e volte o foco para o principal objetivo da equipe na temporada: a conquista do Brasileirão.

– A maturidade influencia. Estivemos abaixo contra o América-MG. Temos uma mescla de jogadores experientes e de atletas que estão se firmando, como Wallace, Castán, Paulinho e Ralf. Não vamos negar a derrota, vamos absorver e trabalhar na semana para o próximo jogo ser melhor – avaliou Tite.

A expectativa do Corinthians era conquistar 100% dos pontos nos duelos contra os times da zona do rebaixamento. Mas a derrota para o América-MG acabou com esse plano. Antes, tinham vencido o Avaí e agora tem pela frente o Atlético-PR, no estádio do Pacaembu. Depois terá Ceará, Atlético-MG, Figueirense e Palmeiras.

– Nenhum atleta, nem a comissão técnica, colocou facilidade nessa sequência. Não baixamos a guarda e sabemos do grau de dificuldade. Se agora enfrentamos o América-MG e vamos enfrentar outras equipes (mais abaixo na tabela) é porque já jogamos contra São Paulo, Vasco, Inter... – finalizou Tite.

Nesta segunda-feira, o Corinthians está de folga. O Timão retoma os trabalhos na terça-feira pela manhã. Apesar da derrota em Uberlândia, no domingo, o time do Parque São Jorge lidera o Campeonato Brasileiro com 58 pontos, o mesmo que tem o vice-líder Vasco. Só que os cariocas perdem no número de vitórias (17 a 16).          

veja também