MENU

Título do Inter e situação do Grêmio acentuam importância do Gre-Nal

Título do Inter e situação do Grêmio acentuam importância do Gre-Nal

Atualizado: Domingo, 28 Agosto de 2011 as 8:37

Gremistas e colorados vivem da comparação entre os clubes dos quais são devotos. Muitos, sejam vermelhos ou azuis, sequer disfarçam a satisfação provocada pelo declínio do rival, às vezes superior ao prazer das próprias vitórias.

Esta premissa alicerça as relações do Gre-Nal, trazendo ao debate a definição do atual protagonista da rivalidade, que chega ao 388º encontro. Às 16h deste domingo, no Estádio Olímpico, Grêmio e Inter disputam o clássico integrante da 19ª rodada do Campeonato Brasileiro.

saiba mais Tabela do Campeonato Brasileiro

Bicampeão da Recopa Sul-Americana, o Inter insere-se em um ambiente mais agradável. Após a vitória de quarta-feira sobre o Independiente, no Beira-Rio, o meia D'Alessandro decretou:

- Os donos de Porto Alegre somos nós - disse ele, no calor da comemoração. E contrasta com esta euforia colorada a situação do Grêmio - com 18 pontos, próximo da zona de rebaixamento. O Inter tem 27, e tenta se aproximar do G-4.

O GLOBOESPORTE.COM acompanha todos os lances da partida, em Tempo Real, com vídeos exclusivos. Marcelo de Lima Henrique (RJ) apita o jogo, auxiliado por Altemir Hausmann e Julio Cesar Rodrigues Santos (dupla do RS). Grêmio: em quatro jogos, Celso Roth não conseguiu afastar o Grêmio da zona de rebaixamento. A equipe gaúcha vem de duas derrotas consecutivas fora de casa, e para completar a sequência exigente, após o Gre-Nal terá de encarar o líder Corinthians em São Paulo. Apesar da dificuldade provocada pelo ambiente natural do clássico, é preciso vencer para não adiar mais a recuperação.

Inter: tentar se aproximar ainda mais da zona de classificação para a Libertadores. Recém-saído do título da Recopa, o time vermelho pretende usar o Gre-Nal como nitro em uma arrancada no Brasileirão. Dorival Júnior está invicto no comando colorado, após três jogos, e uma vitória no clássico consolidaria um pouco mais seu trabalho. Grêmio: Celso Roth definiu a equipe, mas publicamente mantém uma dúvida entre dois sistemas táticos. No 4-2-3-1, jogariam Marquinhos e Escudero; no 4-3-1-2, ambos saem para as respectivas entradas de Fernando e Leandro.

O time provável tem Victor; Mário Fernandes, Vilson, Saimon e Julio Cesar; Gilberto Silva, Fábio Rochemback, Marquinhos (Fernando), Douglas e Escudero (Leandro); André Lima.

Inter: a equipe mantém a estrutura tática dos primeiros jogos de Dorival, no 4-4-2, mas com mudanças de peças. Glaydson entra na lateral direita, já que Nei está suspenso, Tinga aparece como volante, no lugar de Guiñazu, expulso contra o Flamengo, e Andrezinho é o substituto de D’Alessandro, lesionado.

Bolatti corre por fora para atuar no setor de marcação do meio-campo, mas deve ficar no banco. Escalação: Muriel, Glaydson, Bolívar, Índio e Kleber; Elton, Tinga, Andrezinho e Oscar; Dellatorre e Leandro Damião.

Grêmio : Rodolfo e Gabriel recuperam-se de lesões; Adilson e Rafael Marques cumprem suspensão; Miralles e Lúcio não foram convocados pelo técnico Celso Roth para a concentração.

Inter : Dorival segue sem os zagueiros Sorondo e Rodrigo e o atacante Zé Roberto, lesionados, e perdeu, também por lesão, o meia D’Alessandro. O lateral-direito Nei e o volante Guiñazu estão suspensos. Grêmio: André Lima, Fernando, Gilberto Silva, Leandro, Mário Fernandes e Vilson

Inter : Tinga, Andrezinho, Zé Mário e Leandro Damião.

Grêmio: André Lima ganha uma oportunidade de recuperar o bom futebol apresentado na temporada passada, e no início do ano. Chamado de 'Guerreiro Imortal', o centroavante já marcou gol em Gre-Nal, e apesar de atribuir favoritismo ao Inter, mostrou-se confiante na vitória durante a semana.

Inter : o maior artilheiro do país em 2011, com 34 gols, é a grande esperança do Inter no Gre-Nal. Leandro Damião vive momento impressionante. Ele fez gols nos últimos seis jogos pelo Inter – sete vezes. E também costuma se dar bem nos clássicos. Nos três Gre-Nais mais recentes, marcou três gols: um em cada. Aos habituais gols de cabeça e em jogadas de força, o camisa 9 vem agregando técnica, como mostrou contra Flamengo e Independiente. Douglas, meia do Grêmio: "Se a vitória vier a gente ganha moral, ganha confiança, será mais ou menos parecido com aquela vitória sobre o Corinthians ano passado, quando a gente conseguiu relaxar ".

Dorival Júnior, técnico do Inter : “É um dos clássicos mais disputados e comentados do nosso país. Talvez seja o jogo que tenha mais conotação de disputa intensa. O que eu vejo é que essa vantagem desaparece. É um clássico. Independe o momento das equipes. Teremos um jogo mais do que equilibrado, mais do que disputado, e toda atenção é necessária para termos um bom resultado”.

* Quem tem vantagem? Confira o histórico do confronto na Futpédia

* Já foram disputados 387 Gre-Nais em mais de um século. O Inter lidera a estatística do clássico, com 145 vitórias, contra 122 do Grêmio, e 120 empates.

* Este é o 5º Gre-Nal da temporada. As equipes se enfrentaram quatro vezes pelo Campeonato Gaúcho, com duas vitórias do Grêmio, uma do Inter, e um empate. Fechando a sequência, no dia 15 de maio o Inter venceu por 3 a 2, e nos pênaltis - 5 a 4 - conquistou o título estadual, no Estádio Olímpico.

* Grêmio e Inter se enfrentaram 120 vezes no Olímpico ao longo da história. Jogando em casa, o Grêmio leva vantagem, com 40 vitórias, 46 empates e 34 vitórias do Inter.

O Gre-Nal mais recente pelo Campeonato Brasileiro ocorreu ano passado, em 24 de outubro. No Estádio Olímpico, Grêmio e Inter empataram em 2 a 2.

Renato Gaúcho comandava os tricolores, que estiveram à frente no placar duas vezes, com André Lima e Fábio Santos. Mas os colorados empataram duas vezes, primeiro com Alecsandro - em pênalti que custou uma expulsão para Fábio Rochemback - depois com D'Alessandro.

Celso Roth era o técnico do Inter, então preparando-se para a disputa do Mundial de Clubes, após a conquista da Taça Libertadores.    

veja também