MENU

Top 10 dos gols perdidos no primeiro turno do Brasileiro

Top 10 dos gols perdidos no primeiro turno do Brasileiro

Atualizado: Terça-feira, 30 Agosto de 2011 as 9:27

O primeiro turno do Campeonato Brasileiro chegou ao fim brindando o torcedor com belíssimos gols e defesas de ‘almanaque’. A metade inicial da competição, no entanto, proporcionou lances a serem lamentados pela incompetência de alguns atacantes. Dez incríveis oportunidades foram selecionados e devidamente listadas em um Top 10 dos gols perdidos.

Quem lidera a relação é Anselmo Ramon, do Cruzeiro. Formado no clube, o jogador entrara no intervalo em lugar do estreante Brandão, no duelo com o Palmeiras, na Arena do Jacaré, em Ipatinga, pela segunda rodada. O duelo estava 0 a 0 e, logo no reinício do embate, Wallyson escapou livre para marcar, mas, diante de Marcos, preferiu rolar para o lado e deixar o companheiro sem goleiro estufar a rede palestrina. Ao tentar dominar a bola, porém, Anselmo Ramos se atrapalhou e, de canela, tocou para fora, para desespero da torcida celeste.

Para piorar a situação do jovem cruzeirense, aos 15 minutos Luan marcou para o Palmeiras, deixando a Raposa perto da derrota. Mas Anselmo Ramon se redimiu 13 minutos depois. Montillo cobrou escanteio e encontrou o atacante livre, quase encostado ao poste direito. A cabeçada saiu certeira e igualou o duelo no Ipatingão.

Osvaldo (Ceará), Rafael Coelho (Avaí), Tinga (Internacional), Willian (Corinthians), Thiago Ribeiro (ex-Cruzeiro e negociado para o Cagliari-ITA) e Anselmo (Atlético-GO) também foram lembrados nesta lista dos “descalibrados". Mas ninguém colaborou mais com o Top 10 do que Deivid, do Flamengo.

Na sexta rodada, diante do Atlético Mineiro, no Engenhão, o rubro-negro literalmente deu uma de zagueiro após um cruzamento preciso de Negueba. Com o goleiro Renan Ribeiro batido, o centroavante deixou a bola bater em sua cabeça e evitou o gol. O lance, entretanto, não faria falta para o Flamengo, que golearia por 4 a 1. Nos últimos cinco minutos, Deivid marcaria duas vezes, ganhando presentes de Luiz Antônio e Léo Moura.

Na épica partida contra o Santos (Fla 5 a 4, com um gol do centroavante) na Vila Belmiro, o Peixe vencia por 2 a 0 quando Deivid recebeu cruzamento rasteiro de Luiz Antônio e, quase debaixo das traves, se enrolou na conclusão, finalizando pela linha de fundo. ‘Selecionado’ pelo programa Globo Esporte para vestir a camisa do “Inacreditável Futebol Clube", o jogador se esquivou e não usou a indesejada indumentária.

Nos dois lances, as chances perdidas não fizeram falta para o Fla, porém a história foi diferente diante do Internacional (2 a 2), no Beira-Rio, pela 18ª rodada. Quando o placar apontava 2 a 1 para o time carioca, Ronaldinho fez boa jogada pela direita e cruzou na pinta para Deivid que, mais uma vez sem goleiro, testou para fora, desperdiçando a chance de ampliar a vantagem. Logo depois, Leandro Damião recebeu de Dellatorre e, de bicicleta, deixou tudo igual.

Confira a lista dos dez mais (ou menos):

1º Anselmo Ramon, do Cruzeiro, contra o Palmeiras na 2ª rodada

2º Deivid, do Flamengo, contra o Santos na 12ª rodada

3º Deivid, do Flamengo, contra o Atlético-MG na 6ª rodada.

4º Osvaldo, do Ceará, contra o Fluminense na 13ª rodada

5º Rafael Coelho, do Avaí, contra o Bahia na 8ª rodada

6º Deivid, do Flamengo, contra o Internacional na 18ª rodada

7º Tinga do Internacional contra o Bahia - 16ª rodada

8º Willian, do Corinthians, contra o Atlético-PR na 15ª rodada

9º Thiago Ribeiro, do Cruzeiro, contra o Figueirense na 1ª rodada

10º Anselmo, do Atlético-GO, contra o Avaí na 10º rodada                    

veja também