MENU

Torcedores do Boca Jrs. esperam vitória fácil sobre o Flu

Torcedores do Boca têm na Bombonera garantia de vencer Flu

Atualizado: Segunda-feira, 5 Março de 2012 as 10:43

"O Boca tem trauma do Fluminense". A declaração do apoiador Thiago Neves chegou a Buenos Aires. Mas foi solenemente ignorada pela torcida do Boca Juniors. Antes do confronto do último domingo diante do San Lorenzo no El Nuevo Gasómetro, vencido pelos xeneizes por 2 a 0, os hinchas, como são conhecidos os torcedores na Argentina, falaram sobre a expectativa pelo confronto da próxima quarta-feira, às 22h (de Brasília), na Bombonera, pela segunda rodada da fase de grupos da Libertadores de 2012. E o sentimento era de confiança total diante de um rival que decretou o fim da última grande participação do Boca na competição sul-americana.

- Trauma? Perdemos apenas uma vez e o Fluminense nem jogou na Bombonera. Pode perguntar lá para o Santos e para o Palmeiras como é. Trauma e revanche eu tenho e quero é do Milan-ITA, por causa do Mundial de Clubes de 2007... - disse o estudante Pablo Abbenante, de 25 anos.

O torcedor elegeu a defesa como o ponto forte do atual Boca.

- Tivemos de nos recuperar depois da eliminação há quatro anos. Jogadores de rodagem internacional se foram e esta atual equipe se formou há apenas uma temporada. Mesmo assim está invicta há muitas partidas e a defesa é sólida. 
A diferença entre os plantéis do Boca Juniors e a confiança também fizeram parte do discurso do caminhoneiro Leandro Belvedere, de 26 anos.

- Em 2008, a equipe era melhor. Tinha Palermo, Palácio, Dátolo... Mas não tem problema. Agora acho que será fácil. Esse Boca atual não perde... - lembrou.

De fato, a série invicta já compreende 36 partidas, sendo 33 pelo Campeonato Argentino, duas pela Copa da Argentina e uma pela Libertadores. E o retorno a La Bombonera pela competição sul-americana após quase três anos - a última partida foi em maio de 2009 diante do Defensor Sporting-URU - é cercado de expectativa.

- Sei que o Fluminense joga bem em casa. Como visitante, e ainda mais na Bombonera, a história é outra. O estádio estará cheio e a pressão será grande. Nossa ilusão é ganhar a Libertadores de novo. Queremos igualar o Independiente, com sete taças - disse Pablo.

O elenco tricolor, no entanto, não é muito conhecido dos argentinos...

- Conheço o Deco, o Luiz Alberto...

Luiz Alberto?!

- Ele já saiu do Fluminense, é? Não importa. Vamos ganhar aqui e lá - garantiu o funcionário municipal Matias Calderon, de 24 anos.

veja também