MENU

Treinador corintiano admite ajuda do computador para decidir partidas

Treinador corintiano admite ajuda do computador para decidir partidas

Atualizado: Sexta-feira, 24 Setembro de 2010 as 7:42

Depois de o zagueiro Paulo André revelar mais uma das armas do Corinthians, o técnico Adilson Batista confirmou que costuma usar o computador para analisar os adversários. O terceiro gol corintiano contra o Santos, na última quarta-feira, foi fruto de um treinamento no “PowerPoint”, programa utilizado para exibir apresentações gráficas. Segundo o treinador, a ferramenta é bastante útil para mostrar aos jogadores o posicionamento dos outros times.

- O programa que eu uso chama tática 3D. Como eu sempre faço, mostrei para os jogadores algumas jogadas no computador. Mostrei fotos com o posicionamento dos adversários e situações que poderiam acontecer no jogo. Acabou dando certo contra o Santos – explicou o comandante alvinegro.

De cabeça, Paulo André marcou o gol da vitória do Timão, por 3 a 2, na Vila Belmiro. O zagueiro aproveitou um passe de Danilo na área, após cruzamento de Jorge Henrique. Desta vez, a jogada não foi treinada antes no campo, e mesmo assim deu resultado. No entanto, Adilson explicou o motivo de o treinamento ter ficado apenas da teoria, lembrando que isso não é uma prática comum.

No caso do gol do Paulo André, nós não conseguimos treinar no campo por causa daquela chuva na terça-feira. Mas sempre mostro no computador e depois praticamos no campo – justificou.

O programa tática 3D não é de uso exclusivo de Adilson Batista. Vários treinadores brasileiros também adotam a tecnologia para ilustrar as jogadas que podem acontecer dentro das quatro linhas. O aplicativo parece uma lousa eletrônica e permite que o usuário manipule visualmente os jogadores, mexa no esquema tático e mostre fotos, tudo isso pode ser visualizado em três dimensões. Adilson adotou o uso do computador e do “PowerPoint” para exibir as imagens desse programa aos atletas.

- Sou eu mesmo que mexo no computador para explicar isso para os jogadores – disse o técnico do Timão.

veja também