MENU

Tucho se lembra do passado e enfrenta o Galo com a camisa do Villa

Tucho se lembra do passado e enfrenta o Galo com a camisa do Villa

Atualizado: Sábado, 19 Março de 2011 as 11:30

Há pouco mais de sete anos, Tucho tinha uma tarde de glória. Sob os olhares de 60 mil pessoas, o meia, então no Atlético-MG, marcava três gols contra o Cruzeiro e colocava seu nome na história desse clássico. Neste domingo, o jogador de 31 anos terá mais uma vez a luz dos holofotes, ainda que nem tão voltados para ele. Tucho agora veste a camisa do Villa Nova e terá pela frente seu ex-clube. A partida entre o Galo e o Leão do Bonfim é importante, pois envolve dois times do G-4.

Atlético-MG e Villa Nova são clubes centenários e que fazem parte da história do futebol mineiro. Pelo diferente patamar entre as equipes, essa rivalidade atualmente está longe da glória de tempos passados. Apesar disso, Tucho espera tornar este jogo especial, como o clássico em que venceu por 5 a 3 o Cruzeiro, o time de Alex que ganhara o Campeonato Brasileiro do ano anterior.

- Hoje eu sou Villa, né? De coração! Tem que defender as cores do Villa. É um jogo que por si só a motivação aumenta, seria mentira dizer que não, clássico centenário. O torcedor lota o estádio, campo bom, são jogos que eu particularmente gosto de jogar. O torcedor vai presenciar um grande espetáculo.

Tucho atuou pelo Atlético-MG entre 2003 e 2004. Com a camisa do Galo foram 61 jogos e 11 gols marcados. Apesar do curto período e de pouco sucesso, o meia mostra uma identificação muito grande com a camisa alvinegra. Identificação esta que terá que ser deixada de lado no domingo.

- A gente primeiramente é profissional, a gente tem que esquecer esse lado da emoção, do time que você realmente torceu quando criança. Todo mundo foi criança um dia e teve um clube, né? Então, hoje, eu sou Villa e a gente tem que entrar e defender as cores do nosso lado, e nosso lado hoje é vencer o Galo. Claro que com inteligência, cautela. É um clássico em que o Atlético-MG é favorito, então vamos que nem mineirinho, comendo pelas beiradas, quem sabe a gente sai com um bom resultado, que é a vitória?!

Além de toda questão sentimental, o meia Tucho sabe da importância deste jogo para a sequência do Mineiro. O Leão do Bonfim é o quarto colocado com 11 pontos, cinco a menos que o líder Cruzeiro.

- Agora que voltamos pro G-4 espero não sair mais, e esse resultado é de fundamental importância pra gente. Vamos em busca da vitória, quem sabe um empate é um bom resultado porque depois temos dois jogos em casa.

veja também