MENU

Uefa pagará R$ 16,7 milhões para cada participante da fase de grupos

Uefa pagará R$ 16,7 milhões para cada participante da fase de grupos

Atualizado: Quarta-feira, 14 Setembro de 2011 as 4:17

Presidida pelo francês Michel Platini, a Uefa pagará

R$ 16,7 mi a quem jogar a primeira fase (Reuters)

  A Uefa já preparou o bolso. Segundo informações divulgadas, a própria entidade acertou com os 32 clubes que participam da Liga dos Campeões 2011/2012, e suas respectivas federações locais, o sistema de distribuição de receitas oriundas de arrecadações de acordos comerciais da competição. Os clubes que disputam a fase de grupos da Champions vão receber um valor mínimo de € 7,2 milhões (R$ 16,7 milhões) e a equipe que erguer o troféu poderá ganhar, no mínimo, € 31,5 milhões (R$ 73 milhões).

Cada clube envolvido nos confrontos da fase de grupos recebe um bônus de participação no valor de € 3,9 milhões (R$ 9 milhões). Junto com esse valor, receberão € 550 mil (R$ 1.2 milhões) por cada jogo disputado na chave, bem como € 800 mil (R$ 1.8 milhões) por cada vitória na fase de grupos e € 400 mil (R$ 930 mil) por cada empate.

Às equipes que atingirem as oitavas de final serão atribuídos € 3 milhões (R$ 10 milhões), às que chegarem às quartas de final mais € 3,3 milhões (R$ 7,6 milhões) e a presença nas semifinais vale outros € 4,2 milhões (R$ 9.7 milhões). Quem conquistar a Liga dos Campeões receberá mais € 9 milhões (R$ 20 milhões), enquanto o segundo colocado receberá € 5,6 milhões (R$ 13 milhões).

O montante estimado disponível de € 341,1 milhões (R$ 794 milhões) proveniente dos direitos de transmissão televisiva será distribuído de acordo com o valor proporcional do mercado televisivo de cada federação nacional representada na Champions (a começar pela fase de grupos) e será dividido pelos clubes presentes na competição.

Cerca de 75% do total da receita proveniente dos direitos de transmissão e contratos comerciais assinados pela Uefa (máximo de € 530 mil) serão direcionado aos clubes, enquanto os 25% restantes ficam para o futebol europeu, com o objetivo de cobrir custos organizativos e administrativos, além de pagamentos a federações, clubes e ligas.          

veja também