MENU

Um ano após polêmica, Inter tem chance de dar o troco no Grêmio

Um ano após polêmica, Inter tem chance de dar o troco no Grêmio

Atualizado: Quarta-feira, 10 Novembro de 2010 as 2:13

A vingança é um prato que se come frio, começam a pensar muitos torcedores colorados. Um ano depois da polêmica que envolveu a última rodada do Brasileirão-2009, o Inter pode dar o troco no Grêmio. Na semana que vem, o time vermelho duela com o Botafogo, adversário direto do Tricolor na luta por vaga na Libertadores da América. Escalar time reserva, como fez o Grêmio contra o Flamengo, é uma possibilidade estudada no Beira-Rio.

Em 2009, o Inter foi à última rodada do Brasileiro com chances reais de ser campeão. Precisava bater o Santo André no Beira-Rio e torcer para que o Grêmio segurasse o Flamengo no Maracanã. O clube do Olímpico, porém, alegou repetidas lesões e mandou uma equipe totalmente descaracterizado a campo no Rio de Janeiro. O Colorado goleou por 4 a 1, mas o Grêmio levou 2 a 1. E o Flamengo foi campeão.

A torcida, em fóruns de discussão na internet, começa a questionar se vale a pena entregar o jogo para o Botafogo e, assim, prejudicar o Grêmio. Os jogadores garantem que sequer cogitam a possibilidade de facilitar a vida dos cariocas.

- De maneira nenhuma a gente vai entrar para entregar o jogo. Não é do nosso perfil. Não é perfil de jogadores que foram campeões da Libertadores – disse Alecsandro.

O Inter, naturalmente, ficou irritado com a postura do Grêmio há um ano. Mas Alecsandro nega sentimento de vingança.

- Não dá para todo mundo ser profissional, ter o pensamento que temos de colocar uma equipe forte, não entrar para entregar o jogo. Não estou aqui para criticar ninguém. Falo da nossa equipe, que poderia ter sido campeã se fizesse sua parte. Dependemos do Grêmio na última rodada. Sabíamos que, pela cultura que temos aqui, se acontecesse o resultado que a gente queria, seria algo inexplicável. Ficou dentro do normal, que era nós vencermos e o Grêmio perder – comentou Alecsandro.

A diretoria do Inter conversará com Celso Roth sobre o planejamento para as próximas rodadas. O treinador já avisou que pretende usar time titular, mas, por ordens superiores, a situação pode ser modificada. No caso, o prejudicado será o Grêmio, como aconteceu com os colorados há um ano.

Por: Alexandre Alliatti

veja também