MENU

Universo paralelo: Fla e Atlético-PR estreiam na Copa Sul-Americana

Universo paralelo: Fla e Atlético-PR estreiam na Copa Sul-Americana

Atualizado: Quarta-feira, 10 Agosto de 2011 as 9:44

Flamengo e Atlético Paranaense estarão frente a frente nesta quarta-feira, às 21h50m (de Brasília), no Engenhão, iniciando suas trajetórias na Copa Sul-Americana versão 2011. Vivendo momentos antagônicos no Campeonato Brasileiro (o time carioca é o líder por pontos ganhos, enquanto o Furacão ocupa a zona do rebaixamento, em penúltimo), os rivais farão o duelo de ida na competição continental (a volta será dia 24, na Arena da Baixada).

A excelente situação no Brasileirão faz com que o técnico Vanderlei Luxemburgo pense em poupar peças importantes da equipe e, ao mesmo tempo, dê condição de jogo a alguns valores que não vêm atuando com frequência. Já pelos lados da equipe paranaense, Renato Gaúcho tomou a decisão de preservar os titulares, e somente o volante Cleber Santana, do chamado onze principal, deve começar jogando.

No Brasileirão, time de Luxa lidera, enquanto o Furacão de Renato está em penúltimo (Foto: Editoria de Arte)

  Apesar de o embate desta noite representar o start em nova competição, uma derrota na estreia da Sul-Americana pode respingar na performance do perdedor no Brasileiro. E tanto Luxemburgo quanto Renato (desde que ele assumiu o comando, o Atlético vive momento de reação) parecem só conjugar o verbo vencer.     A arbitragem da partida ficará por conta do mineiro Ricardo Marcos, que será auxiliado por Altemir Haussmann-RS e Erich Bandeira-PE. O GLOBOESPORTE.COM traz a cobertura completa do jogo em Tempo Real a partir das 21h20m (de Brasília). A TV Globo transmite a partida para RJ, ES, BA, SE, AL, PB, PI, PA, AM, RO, AC, RR, AP, DF e as cidades de Curitiba-PR, Santos-SP e Balsas-MA.

Flamengo: o time busca a primeira vitória na competição. O clube carioca jamais passou da primeira fase. Participou das edições de 2003/04/09 e fracassou em todas elas. Outro interesse do Rubro-Negro da Gávea é a luta para manter o ótimo desempenho na temporada. Até o momento, o time só perdeu um jogo no ano (contra o Ceará, pela Copa do Brasil) e vem de quatro vitórias consecutivas.

Atlético-PR: vice-lanterna do Campeonato Brasileiro - deixa a Sul-Americana em segundo plano. Por isso, e para recuperar os desgastados titulares, Renato Gaúcho vai usar um time reserva na competição continental. Chance para jogadores pouco aproveitados durante a temporada, como o zagueiro Gustavo, o volante Fransérgio e o atacante Rodriguinho.

Flamengo: Vanderlei Luxemburgo ainda não divulgou a formação que iniciará o confronto. É possível que o treinador poupe vários titulares por conta do desgaste físico provocado pela maratona de jogos no Brasileirão. Se optar por força máxima, o time será Felipe, Léo Moura, Welinton, Ronaldo Angelim e Junior Cesar; Airton, Luiz Antônio, Renato e Thiago Neves; Ronaldinho e Deivid.

Atlético-PR: o único titular que deve entrar em campo nesta quarta-feira deve ser o volante Cleber Santana, desfalque contra o São Paulo, no próximo fim de semana. O restante do time deve ser todo formado por reservas. A escalação: Santos; Wagner Diniz, Gustavo Araújo, Rafael Santos e Marcelo Oliveira; Wendel, Fransérgio, Robston e Cleber Santana; Rodriguinho e Guerrón (Edigar Junio)

Flamengo: o volante Willians cumpre suspensão pela expulsão no último jogo da Libertadores do ano passado, contra o Universidad de Chile. Fierro foi liberado para ir a Santiago acompanhar o nascimento da filha. O zagueiro Alex Silva, apesar de inscrito, só estreará domingo no Brasileirão contra o Figueirense. Já Galhardo e Negueba, também aptos para a competição continental, estão no Mundial Sub-20. Ambos estarão à disposição para o jogo de volta da Sul-Americana, dia 24, mesmo horário, na Arena da Baixada.

Atlético-PR: os meias Branquinho e Paulo Baier, machucados, ficaram em Curitiba. O volante Deivid, também vetado pelo departamento médico, viajou para o Rio de Janeiro, mas não entra em campo. O volante Kleberson, que pertence ao Flamengo, é desfalque por uma cláusula contratual.

Flamengo: se for confirmado no time titular, o volante Luiz Antônio volta após três jogos em virtude de uma luxação no ombro direito. Aos 20 anos, o jogador é tido como uma das gratas revelações do clube da Gávea.

Atlético-PR: tem jogadores que ainda não jogaram ou que disputaram poucas partidas durante 2011 e terão uma oportunidade nesta quarta-feira. O goleiro Santos, por exemplo, pode fazer a estreia pelo time principal; o atacante Rodriguinho deve disputar a primeira partida como titular; Guerrón tem chances de voltar ao time após quase dois meses.

Renato, meia do Flamengo: "Temos de fazer o dever de casa, ainda mais num mata-mata. O Vanderlei conhece bem esse tipo de competição, eu ganhei duas Copas do Brasil (2002 pelo Corinthians e 2006 pelo Flamengo). O gol fora de casa vale muito. Temos de entender que é outra competição. Temos de pegar o exemplo das últimas partidas e jogar da mesma forma, sempre agrupados, bem juntinhos"

Fransergio, volante do Atlético-PR: "Sempre, seja como titular ou saindo do banco, estou me preparando para esse momento. Quando chegar, tem que estar bem tranquilo e fazer o que o professor pedir"

* O Flamengo jamais venceu uma partida na história da Copa Sul-Americana. Em

suas três participações anteriores, o Fla disputou apenas seis jogos, todos contra

equipes brasileiras, empatando quatro vezes e sofrendo duas derrotas.

* O Atlético-PR já disputou a Sul-Americana em cinco oportunidades. A melhor campanha foi em 2006, quando o time foi eliminado na semifinal, pelo Pachuca-MEX. Já em 2007 e 2009, o Furacão caiu logo na fase nacional. Ao todo, o Rubro-Negro paranaense disputou 16 partidas pela competição continental. Foram cinco vitórias, cinco empates e seis derrotas, com 23 gols marcados e 21 sofridos.

* Até o momento, foram 43 duelos realizados entre os clubes, com 18 vitórias do Fla, 16 do Furacão e nove empates. Os cariocas anotaram 50 gols, um a menos que o rival.

A última vez que Flamengo e Atlético se enfrentaram foi no último dia do 12 de junho, na Arena da Baixada, e o placar foi 1 a 1. Madson abriu o marcador aos 14 minutos do segundo, e Deivid igualou aos 34 depois de uma passe de Diego Maurício.            

veja também