MENU

Valdivia se emociona em entrevista e diz ser vítima de extorsão

Valdivia se emociona em entrevista e diz ser vítima de extorsão

Atualizado: Quinta-feira, 27 Outubro de 2011 as 1:08

Valdivia, de aliança, se emociona em coletiva

(Foto: Diego Rodrigues / Globoesporte.com)   Emocionado, Valdivia deu, na manhã desta quinta-feira, na Academia de Futebol, sua versão sobre as fotos publicadas pelo jornal O Dia, na quarta-feira, nas quais aparece beijando uma mulher durante uma festa em fevereiro, em São Paulo. O jogador não confirmou a notícia de um jornal chileno, de que as fotos teriam causado o fim de seu casamento com a modelo chilena Daniela Aranguiz, mas admitiu que o fato lhe “causou um grande dano familiar”. Ele ainda está usando a aliança de casamento na mão esquerda.

Na entrevista, Valdivia acusou o fotógrafo Grizar Júnior de tentativa de extorsão. Com o telefone celular nas mãos, o jogador chegou a ler uma mensagem atribuída a Grizar: “Quanto vale seu casamento?”

Segundo o fotógrafo declarou em Boletim de Ocorrência registrado no 23º DP de São Paulo, Valdivia o teria procurado oferecendo dinheiro para que as fotos não fossem publicadas. Eles teriam entrado em acordo para que o chileno pagasse R$ 15 mil para que o material fosse deletado. No dia do pagamento, porém, um amigo de Valdivia teria aparecido com um envelope contendo apenas 10% da quantia (R$ 1,5 mil), o que gerou a confusão. Pouco depois, segundo o fotógrafo, Valdivia o teria ameaçado, dizendo que sabia onde estudavam os filhos dele, e que não poderia lhe fazer mal, mas sabia de “gente que poderia fazer.”

Valdivia, na entrevista desta quinta, afirmou ser vítima de extorsão. O fato ocorreu na madrugada de 4 de fevereiro, no aniversário da apresentadora Sabrina Sato, na boate Nacional Club, em São Paulo.     - No mesmo momento em que ele (Grizar) estava tirando essas fotos, fui conversar. Ele disse que eu estava bêbado. Acho que eu não estava bêbado, não, porque vocês sabem que quando a pessoa está bêbada não pensa, não fala, só chega e atua. Se eu estivesse bêbado não teria conversado e procurado acertar com ele. Contei que eu estava num momento ruim na minha vida pessoal, que eu estava sozinho aqui, tinha dois filhos. Pedi por favor pra que as fotos não fossem expostas, porque iriam me prejudicar muito. Perguntei se ele queria me vender essas fotos, perguntei o valor, ele não me disse nada. Só me disse uma frase que me lembro até agora e até gravei aqui (neste momento, Valdivia mostra o telefone celular): “quanto vale o seu casamento?”. Depois dessa frase fui embora e a gente combinou de se falar outro dia. Fui embora triste pelo acontecido e também pela frase que ele disse. Aí percebi que estava falando com uma pessoa que não queria o bem. No dia seguinte aconteceu que ele pediu um valor muito alto, que com certeza vocês já sabem. É uma grande mentira o que ele diz, que eu teria oferecido R$ 20 mil. Eu nunca ofereci dinheiro pra ele! O único dinheiro que ofereci e ele pegou foi um valor muito menor do que ele pediu. Então, ele já está mentindo na frase que ele declarou no BO. Eu não ofereci R$ 20 mil, tenho prova disso. No momento certo, vai ser comprovado isso - disse o jogador.

A esposa de Valdivia, Daniela, hoje, mora no Chile. Na entrevista, o jogador fez questão de pedir desculpas publicamente a ela.

- Essas fotos me causaram muito dano familiar, mas vou esclarecer o que aconteceu para vocês. Eu estava passando por uma crise matrimonial. Eu estava sozinho aqui e minha mulher estava no Chile. A gente estava praticamente separado, não nos papeis, mas fisicamente. Ela estava lá no Chile com meus filhos e eu estava aqui sozinho (em São Paulo). Peço publicamente desculpas à mulher que eu amo, é a mãe dos meus filhos - disse Valdivia.   O flagra de Valdivia com outra mulher, durante festa

em São Paulo (Foto: Grizar Junior / Honopix)   - Quero pedir desculpa também pra minha família pela vergonha que estou fazendo eles sentirem. Quero pedir desculpas à família da minha mulher. Estou muito envergonhado pelo que aconteceu. Tenho certeza que é a mulher da minha vida, por isso vim aqui na frente de todos vocês. Estou muito envergonhado de estar aqui sentado e falando o que estou falando, porque é uma situação muito incômoda e não é boa pra ninguém. O mais importante é pedir desculpas pra minha mulher. Reconheço o erro que cometi, tenho idade suficiente para saber quando você comete um erro. E esse foi um grande erro - emendou o jogador.

O caso mobilizou o Palmeiras. Todo o estafe do departamento de comunicação estava presente - o que é raro para um dia comum de treinos. O advogado do clube, André Sica, também esteve ao lado de Valdivia. Todos queriam passar apoio e orientar o chileno nas declarações à imprensa.

- É um peso que tiro de cima de mim, é uma questão que tinha me complicado muito. Passo uma mensagem pra todo mundo: quando a pessoa sentir que está sendo extorquida, vá na delegacia e faça o BO. Eu não fiz porque tentei sempre conversar, ajudar, queria terminar isso numa boa - disse o chileno.

Apesar da confusão extracampo, Valdivia tem treinado normalmente e deve enfrentar o Atlético-MG, domingo, em Sete Lagoas, mantendo a condição de capitão da equipe - ele já vestiu a tarja na partida contra o Figueirense, sábado passado, no Canindé.          

veja também