MENU

Vasco bate o Boavista na Colina e se isola na liderança

Vasco bate o Boavista na Colina e se isola na liderança

Atualizado: Segunda-feira, 8 Março de 2010 as 12

O Vasco não jogou bem contra o Boavista, mas conseguiu o mais importante: os três pontos que garantiram os 100% de aproveitamento na Taça Rio. O resultado, aliado à derrota do Botafogo para o Fluminense, deixou o time na liderança isolada do Grupo 2 da Taça Rio, com nove pontos. Carlos Alberto, em cobrança de pênalti, fez o gol da vitória em São Januário. Com a derrota, o time da Região dos Lagos seguiu com seis pontos, em quarto lugar no Grupo 1.

Na próxima rodada, o Vasco vai enfrentar o Flamengo, no domingo, às 19h30m (horário de Brasília), no Maracanã. O Boavista encara o Resende, em casa, no próximo sábado.

Gigante da Colina tem o apoio da torcida mesmo com atuação irregular

Com o apoio da pequena torcida que compareceu a São Januário (1.598 pagantes), o Vasco iniciou melhor a partida, com bom toque de bola. Porém, o primeiro lance de perigo foi do Boavista. Carlos Alberto arriscou de fora da área e acertou o travessão de Fernando Prass. O Gigante da Colina respondeu aos dez. Elton recebeu dentro da área, girou em cima de Santiago e chutou, mas Vinícius defendeu com segurança.

Após o lance, o Vasco começou a pecar no último passe e a insistir nas bolas altas na área do Boavista. O goleiro Vinícius, mostrando segurança, saiu em praticamente todas, evitando as cabeçadas dos atacantes vascaínos. Aos 23, Carlos Alberto, do time de Saquarema, chutou novamente de fora da área. Desta vez, Fernando Prass defendeu com tranquilidade.

Aos 29, Elton recebeu um ótimo passe pelo lado esquerdo. Já dentro da área, o atacante soltou a bomba e o goleiro Vinícius defendeu com a mão esquerda. Sete minutos depois, o mesmo Elton tabelou com Dodô e concluiu de de fora da área. O goleiro voltou a salvar o Boavista, mantendo o zero no placar na etapa inicial.

Apesar da atuação irregular da equipe, os torcedores que compareceram a São Januário não se abateram com os 41 passes errados na etapa inicial e evitaram vaiar a equipe. Poucos focos de insatisfação foram notados na Colina após o fim do primeiro tempo.

Carlos Alberto, de pênalti, dá a vitória ao Vasco na etapa final

O Boavista voltou para o segundo tempo melhor do que o Vasco. A equipe de Saquarema foi quem teve a primeira chance clara de abrir o marcador. Aos dois minutos, Ruy recebeu um ótimo passe pela direita e cruzou. Fernando Prass cortou errado e a bola sobrou para Tony, na marca do pênalti. Travado pela defesa vascaína, o jogador não conseguiu concluir.

Aos 16, Philippe Coutinho foi lançado por Elder Granja pelo lado direito. O garoto invadiu a área e cruzou para Elton. O atacante chegou atrasado a não conseguiu concluir para o gol do Boavista. Aos 24, Carlos Alberto sofreu um pisão no pé do seu homônimo do Boavista dentro da área. Pênalti marcado pelo árbitro Rodrigo Carvalhares de Miranda. Na cobrança, um minuto depois, o capitão não desperdiçou o colocou o Gigante da Colina em vantagem.

O gol não abateu o time visitante, que seguiu melhor na partida. Aos 32, Léo Faria fez uma ótima jogada pelo lado direito, passou por Titi e cruzou para Luiz. Na pequena área, o atacante tentou marcar de letra, mas Fernando Prass tocou na bola e evitou o empate.

O Vasco, mesmo mal, quase ampliou, Aos 43, já dentro da área, Philippe Coutinho soltou uma bomba e a bola parou no travessão de Vinícius. Após o apito final, os torcedores aplaudiram mais um triunfo do Vasco, mas seguiram desconfiados com a atuação do time comandado por Vagner Mancini.

veja também