MENU

Vasco derrota o Boca nos pênaltis e fatura a primeira vitória

Vasco derrota o Boca nos pênaltis e fatura a primeira vitória

Atualizado: Domingo, 20 Março de 2011 as 4:31

Já é quase uma regra no Mundialito de Clubes de Futebol de Areia: jogo da competição tem que ser decidido de forma dramática e o placar tem que ser apertado. Foi assim também no duelo deste domingo entre Boca Juniors e Vasco, pelo Grupo A. Após os dois primeiros confrontos do dia serem resolvidos na prorrogação (Lokomotiv Moscou 4 x 3 Santos e Flamengo 3 x 2 Milan), os cariocas venceram nos pênaltis, após empate por 3 a 3 no tempo normal.

Com o triunfo, o Vasco soma dois pontos. Isso porque a vitória no tempo normal vale três, enquanto o triunfo na prorrogação ou nos pênaltis vale apenas dois. Dessa forma, o Vasco conquista seus primeiros pontos no Mundialito, já que havia perdido na estreia para o Barcelona. O Boca, por sua vez, acumula a segunda derrota na competição - a primeira foi para o Milan também nos pênaltis.

- Precisávamos da vitória e entramos com uma postura diferente da última partida. Nossa qualidade técnica e também a parte ofensiva funcionaram bem e conseguimos nosso primeiro triunfo - disse Betinho, do Vasco.

O próximo rival do Vasco no Mundialito será o Flamengo, que venceu o time italiano neste domingo na prorrogação. Já o Boca Juniors terá o Barcelona pela frente. As duas partidas estão marcadas para a tarde desta segunda-feira.

Vasco reage e leva a partida para os pênaltis

Um dos favoritos ao título do Mundialito, o Vasco tomou um susto no primeiro período, quando o Boca saiu para o intervalo com a vantagem de 2 a 0 no placar. Os gols do time argentino na etapa inicial foram marcados pelo brasileiro Bruno Malias e pelo uruguaio Nicolas.

A reação vascaína, porém, não demorou muito a acontecer. Logo no início do segundo período, Gabriel acertou um lindo chute de longa distância e diminuiu a diferença. Em seguida, foi a vez de Jorginho, em cobrança de pênalti, deixar tudo igual na arena montada na Represa de Guarapiranga.

Após arrancar o empate, o Vasco foi para cima na terceira etapa e, por muito pouco, não virou com Rafinha. Para infelicidade da equipe carioca, o Boca marcou logo em seguida, com Franceschini, retomando a dianteira no marcador. Rafinha, no entanto, se redimiu rapidamente e, menos de um minuto após o gol argentino, marcou o terceiro vascaíno no partida, deixando tudo igual e levando a decisão para a prorrogação.

Após os times passarem em branco na prorrogação, o duelo foi para a disputa de pênaltis. Melhor para os cariocas. Na terceira cobrança do Boca, o goleiro Salgueiro defendeu o pênalti de Lopes, e Betinho cobrou em seguida para garantir a vitória vascaína nas penalidades por 3 a 2.

veja também