MENU

Vasco joga para o gasto e vence o Volta Redonda

Vasco joga para o gasto e vence o Volta Redonda

Atualizado: Terça-feira, 2 Março de 2010 as 12

Não foi a exibição que a torcida esperava, mas o Vasco venceu o Volta Redonda por 2 a 1, neste domingo, em São Januário, na estreia da equipe na Taça Rio. Os gols cruzmaltinos foram marcados por Phillipe Coutinho e Elton. Adriano fez para o time da Cidade do Aço.

Assim como no jogo contra o Sousa, pela Copa do Brasil, o público foi muito reduzido: apenas 986 pagantes (1.967 presentes). Na quinta-feira, 593 pagaram ingresso e 1.294 estiveram em São Januário.

Com o resultado, os vascaínos estão com três pontos, em segundo lugar no Grupo B. O Volta Redonda não pontuou e começa o returno na sétima colocação. Na próxima quarta-feira, às 19h30m, o Vasco enfrenta o Bangu no Engenhão. O Voltaço, às 20h30m, em casa, encara o Resende.

A equipe vascaína entrou em campo sem seu principal articulador de jogadas, o meia Carlos Alberto, que está com um problema no pé direito. Fumagalli foi seu substituto. Outro desfalque foi Rafael Carioca, que no sábado machucou a coxa esquerda. E desde o início do jogo, o Volta Redonda deu mostras de que iria dificultar as coisas, fechado no campo de defesa.

A primeira chance foi do Vasco, aos sete minutos. Dodô se livrou com categoria de dois marcadores e finalizou, mas a bola foi sem direção. Os cruzmaltinos encontravam muita dificuldade para penetrar na defesa adversária e tocavam a bola de um lado para o outro em busca de um jogador desmarcado.

Phillipe Coutinho vence a retranca adversária

Se estava complicado nas tabelas, o jeito era tentar as jogadas individuais. Aos 18 minutos, Phillipe Coutinho recebeu bom passe de Souza pelo lado esquerdo, gingou em cima do zagueiro e bateu forte. Mas a bola foi por cima do gol.

Confira os gols da partida:

O jogo ficou arrastado e sem muitas emoções, e a pequena torcida já dava sinais de impaciência. Até que aos 39 minutos, a insistência do Vasco foi premiada. Phillipe Coutinho, em posição irregular, aproveitou a furada do volante Bruno Barra e mandou uma bomba certeira: 1 a 0. O gol serviu para aliviar a pressão.

Vasco amplia, mas leva susto perto do fim da partida

O Vasco teve uma boa oportunidade aos dois minutos do segundo tempo. Fagner cruzou na medida para Phillipe Coutinho, que emendou um lindo chute de primeira, defendido pelo goleiro Everton. Aos sete minutos, o Volta Redonda criou sua primeira chance clara. Marciel recebeu passe sozinho na frente e tentou dar um toquinho por cima de Fernando Prass, que se esticou e fez a defesa.

Com uma postura um pouco mais ofensiva, o time da Cidade do Aço passou a ser perigoso. Aos 14 minutos, Mário Cesar arriscou de longe e Fernando Prass deu o rebote. Tássio pegou de primeira, mas, atrapalhado pelo marcador, mandou sem direção. A resposta do Vasco foi com Fumagalli, que arriscou rasteiro de fora da área e o goleiro Everton teve que se virar para defender. O jogo ficou mais aberto. Aos 22 minutos, após cobrança de escanteio, André subiu mais do que todo mundo e desviou de cabeça. Prass defendeu no susto e afastou o perigo.

O respiro de alívio vascaíno veio aos 30 minutos. Leo Gago, que havia entrado no lugar de Fumagalli, arriscou de perna esquerda de fora da área e o goleiro Everton não segurou o chute. A bola sobrou para Elton com o gol vazio. O atacante só empurrou para dentro e colocou 2 a 0 no placar. Três minutos depois, Souza chutou forte e a bola passou rente ao travessão.

A partida, que parecia decidida, voltou a ficar em aberto. Aos 35 minutos, Adriano recebeu ótimo passe de Marciel dentro da área e chutou no cantinho de Fernando Prass, que não conseguiu a defesa: 2 a 1. Os minutos finais da partida ganharam tons de dramaticidade, mas o Vasco conseguiu segurar o Volta Redonda e garantiu a vitória.

Por: Fred Huber

veja também