MENU

Vasco não quer saber de zebras e espera vencer o Avaí na Colina lotada

Vasco não quer saber de zebras e espera vencer o Avaí na Colina lotada

Atualizado: Quarta-feira, 18 Maio de 2011 as 9:28

Ricardo Gomes quer seu time mostrando muita seriedade (Foto: Jorge Wiliam / Agência O Globo)

O Vasco é hoje o clube de maior tradição entre os quatro que lutam pelo título da Copa do Brasil. O adversário da vez é o Avaí. Para muitos, o jogo seria considerado favas contadas levando em consideração o peso da camisa. No entanto, a equipe de Florianópolis deixou para trás clubes como Botafogo e São Paulo. Mas na noite desta quarta-feira, às 21h50m, em São Januário, ninguém quer saber de zebra. O objetivo é uma boa vitória para levar  vantagem na luta por uma vaga na final da Copa do Brasil.

A Colina História vai estar lotada com mais de 20 mil torcedores vascaínos que esgotaram os ingressos de maneira antecipada. A grande maioria deles não quer nem pensar em outro resultado sem ser a vitória. Para eles, a camisa do Vasco faz sim diferença. Mas o apoiador Felipe lembrou que tradição não entra mais em campo. Por isso ele quer os jogadores com atenção redobrada.

- Quando a bola rola são onze contra onze. O Avaí merece chegar onde chegou. O time eliminou grande concorrentes. Por isso temos de nos impor em campo. Tradição e camisa já não ganham jogo há muito tempo - declarou o camisa 6.

Silas relembrou outras zebras da Copa do Brasil (Foto: Richard Souza/Globoesporte.com)

O técnico do Avaí, Silas, concorda com o adversário. Ele reconhece a grandeza do Vasco, mas lembra que a Copa do Brasil já proporcionou surpresas como em 2004, quando o Santo André venceu o Flamengo em pleno Maracanã.

- Se formos analisar a história, não se discute a grandeza do Vasco. Mas a Copa do Brasil já mostrou que isso não é suficiente. Temos o exemplo do Santo André - relembrou.

A Rede Globo transmite a partida ao vivo. O GLOBOESPORTE.COM acompanha todos os lances em Tempo Real, com vídeos. O paulista Wilson Luiz Seneme apita o duelo. Ele será auxiliado pelo conterrâneo Marcelo Van Gasse e pelo mineiro Guilherme Dias Camilo.

Vasco: o Vasco precisa vencer por uma boa diferença de gols para largar na frente na luta pela sua segunda final de Copa do Brasil. A competição nunca foi conquistada antes na história do clube e representaria a quebra de um jejum que já dura oito anos sem saber o que é levantar um título de primeira divisão. Além disso, a vitória seria a confirmação do momento excelente vivido pelo time, que mantém uma invencibilidade representativa de 15 jogos, sendo oito vitórias e sete empates.

Avaí: assim como o Vasco, o Avaí foi eliminado de maneira precoce no Estadual e agora luta para confirmar a fama de eliminar grandes clubes. Após deixar para trás Botafogo e São Paulo, a equipe de Santa Catarina espera fazer história e conseguir chegar na final da Copa do Brasil pela primeira vez. Antes disso, o melhor resultado tinha sido apenas as oitavas de final.

Vasco: o técnico Ricardo Gomes conta com os retornos de Ramon e Alecsandro, que cumpriram suspensão na partida contra o Atlético-PR. Mas só o último tem retorno garantido. O lateral-esquerdo é a dúvida do treinador, que foi brindado com uma bela atuação do reserva Marcio Careca. Sem Romulo, machucado, e Eduardo Costa, suspenso, Jumar será escalado como primeiro volante. O Vasco entrará em campo com: Fernando Prass, Allan, Dedé, Anderson Martins e Ramon (Marcio Careca); Jumar, Fellipe Bastos, Felipe e Diego Souza; Eder Luis e Alecsandro.

Avaí: o técnico Silas ainda não confirmou quem será o companheiro de ataque de William. Marquinhos Gabriel é o favorito, mas tem a concorrência de mais três: Robinho, Evando e Maurício Alves. As únicas certezas são as entradas de Felipe, na lateral-esquerda, e do volante Acleirson. Marquinhos será o responsável por criar as jogadas da equipe, e Willian é a aposta na frente. O Avaí deve entrar em campo com: Renan; Gustavo Bastos, Bruno e Revson; Felipe, Acleisson, Marcinho Guerreiro, Marquinhos Santos e Julinho; Marquinhos Gabriel e William.

Vasco: Felipe foi eleito na última segunda-feira o melhor meia do Campeonato Carioca. Ele vive um momento especial na carreira, com muita moral junto aos torcedores. Líder do elenco, o camisa 6 é um dos mais empolgados ao falar da possibilidade de vencer a Copa do Brasil, já que trata-se de um título que ele não possui em seu currículo. Mas, para brilhar, ele terá de superar a forte marcação que será imposta pelo Avaí.

Avaí: William foi o grande destaque do Avaí na eliminação do São Paulo. O atacante marcou um dos gols da vitória por 3 a 1, mas levou perigo constante para o goleiro Rogério Ceni. Ele é a grande esperança do técnico Silas para que o time consiga sair do Rio de Janeiro com um gol marcado, o que é importante no regulamento da Copa do Brasil.

Ricardo Gomes, técnico do Vasco: '"Camisa não desequilibra. O que faz a diferença é jogador, isso sim desequilibra. Mas geralmente os bons jogadores estão venstindo uma grande camisa. O que temos de fazer é nos impor dentro de casa para conseguirmos sair com uma vitória importante. Vamos ter o apoio incondicional dos nossos torcedores e temos de saber aproveitar."

Acleisson, volante do Avaí: “Tivemos dificuldades por não ter marcado contra o São Paulo no Morumbi, mas fizemos um grande jogo na Ressacada. Contra o Botafogo não fizemos um grande segundo jogo, mas marcamos fora, então acabou compensando. É bom estar sempre marcando para poder decidir com mais tranqüilidade. E decidir com a torcida é muito favorável .”

* Ao longo da história, o Avaí conseguiu apenas duas vitórias sobre o Vasco, ambas em Florianópolis: 1 a 0 (31/03/73) em partida amistosa e 2 a 0 pelo Campeonato Brasileiro do ano passado (23/05/10).

* Esta é a primeira vez que os dois clubes se enfrentam em uma Copa do Brasil..

* O primeiro confronto entre Vasco e Avaí aconteceu há 59 anos. No dia 12/04/52, a equipe carioca venceu por 2 a 1, um amistoso disputado em Florianópolis. Já a maior goleada registrada neste confronto aconteceu em um amistoso disputado na Ressacada em 1983. Na oportunidade, o Vasco goleou por 6 a 1, com três gols de Marcelo, dois de Vilson Tade e um de Dudu. Amarildo marcou o do Avaí.

  O último encontro entre Vasco e Avaí foi pelo Campeonato Brasileiro do ano passado. Jogando em São Januário, as equipes empataram em 1 a 1 (veja os gols ao lado) . Ramon marcou para o Vasco e Caio empatou na etapa final. Comandado por PC Gusmão, o Vasco entrou em campo com: Fernando Prass, Fagner, Dedé, Titi e Ramon (Jumar); Rafael Carioca, Nilton, Fellipe Bastos (Jefferson Silva) e Zé Roberto; Éder Luís e Rafael Coelho (Jonathan). Já o Avaí de Antônio Lopes entrou com: Renan; Gabriel, Emerson e Rafael; Patric, Marcinho Guerreiro, Diogo Orlando, Leandro Bonfim, Davi (Caio) e Sávio (Laércio); Vandinho (Rafael Costa).          

veja também