MENU

Vasco passa por quarto apagão no Brasileiro, mas quer volta por cima

Vasco passa por quarto apagão no Brasileiro, mas quer volta por cima

Atualizado: Terça-feira, 6 Setembro de 2011 as 9:51

A campanha do Vasco no Campeonato Brasileiro é muito boa até o momento. Com 38 pontos, o clube está a apenas dois do líder Corinthians e só ocupa a terceira posição por ter saldo de gols inferior ao vice-líder São Paulo. Em 21 jogos, foram cinco derrotas. E a coincidência é que em três delas o time simplesmente apagou e pareceu nem entrar em campo: 5 a 1 contra o Coritiba, 4 a 0 contra o Botafogo e o 4 a 1 do último domingo, contra o América-MG (confira os gols acima) .

Além das duas goleadas, houve ainda um 3 a 0 contra o Cruzeiro, em São Januário. Nesta ocasião, o placar elástico não demonstra o que foi o jogo. O Vasco chegou a ter uma boa atuação, mas não conseguiu converter suas chances e viu o clube mineiro chegar aos gols em jogadas de contra-ataque.

Contra o Coritiba (veja os gols ao lado) , tanto o Vasco como o próprio rival estavam com a cabeça na final da Copa do Brasil. Na ocasião, o expressinho vascaíno sucumbiu diante do time misto do Coxa no Couto Pereira. A defesa, formada por Jomar e Fernando, que não está mais no clube, teve atuação desastrosa. O resultado foram cinco gols sofridos.

Contra o Botafogo (veja os gols abaixo) e no último domingo, contra o América-MG, o time não era reserva. Mas nas duas partidas não conseguiu se organizar. No clássico, o time simplesmente sucumbiu e viu a equipe comandada por Caio Junior ditar o ritmo da partida. Já no último domingo, os mineiros largaram na frente, levaram o gol de empate, mas mantiveram a pressão fazendo com que o Vasco ficasse sem reação.

Em São Januário, ninguém sabe apontar ao certo um motivo específico para tamanha disparidade. No entanto, o desejo geral é que o time precisa ter mais equilíbrio para evitar novos vexames. Derrotas todos no clube sabe que ainda vão acontecer. Mas ninguém quer que sejam tão traumáticas e esperam que o clube dê a volta por cima.

- O problema não é perder por goleada. É saber como o time vai reagir a este fato para conseguir reverter o quadro. Temos de colocar na cabeça que estes jogos fazem parte do passado. Aprendemos com eles e vamos nos recuperar - afirmou Renato Silva.

Reações costumam ser muito boas

A preocupação de Renato Silva é válida. Mas pegando o retrospecto recente, o Vasco provou que não se abalou com as goleadas. Após o jogo contra o Coritiba, por exemplo, o Cruz-Maltino chegou a perder a partida para o mesmo Coxa, mas se sagrou campeão da Copa do Brasil.

A luz amarela acendeu após a derrota para o Cruzeiro. No jogo seguinte, novo tropeço contra o Corinthians. Chegou a se falar na época que o time vivia a ressaca do título conquistado, mas em seguida as vitórias voltaram para afastar de vez qualquer desconfiança.

Já a goleada no clássico também assustou principalmente pela forma apática como o time jogou. Mas após aquele jogo, o Vasco só voltou a perder no Campeonato Brasileiro no último domingo contra o América. Foram três vitórias e dois empates.

Eduardo Costa ressaltou que é justamente essa característica vencedora do time do Vasco que fez com que todos ficassem assustados após estas derrotas. Ele também lembrou que o time acabou perdendo na hora certa, já que os concorrentes não conseguiram abrir larga vantagem.

- Somos um time equilibrado que está sempre lutando pelo topo da tabela. Não vivemos muitos altos e baixos nesse campeonato. Por isso a reação. Em todas estas partidas deixamos de jogar de forma compacta, como sempre fazemos. Aí aconteceram os tropeços. Pelo menos foi em um momento que não nos prejudicou tanto em termos de classificação - afirmou.            

veja também