MENU

Vasco vai ter de aprender a decidir a vaga longe de São Januário

Vasco vai ter de aprender a decidir a vaga longe de São Januário

Atualizado: Segunda-feira, 16 Maio de 2011 as 12:18

O Vasco chegou até as semifinais da Taça Rio mantendo um padrão. Em todas as fases, a primeira partida foi disputada longe de São Januário. Tirando a estreia, quando goleou o Comercial-MS e eliminou o jogo de volta, a classificação foi garantida diante de seus torcedores. Com o Avaí, o time vai precisar mostrar que não está refém do próprio histórico, já que a primeira partida da semifinal será na Colina Histórica, na próxima quarta-feira, às 21h50m.

Depois do Comercial, o Vasco enfrentou o ABC e a vaga veio com um gol de Bernardo selando uma difícil vitória por 2 a 1. Contra o Náutico, após golear por 3 a 0 nos Aflitos, o Vasco apenas administrou um empate sem gols. Já contra o Atlético-PR, na última quarta-feira, um empate extremamente emocionante em 1 a 1 com gol marcado por Elton após sair atrás no placar (veja os gols ao lado) . Na Arena da Baixada, os dois gols marcados deixaram o placar em 2 a 2 e deram boa vantagem.

Agora, o pensamento tem de ser outro: garantir logo um bom resultado em São Januário para poder fazer um jogo mais tranquilo na Ressacada, em Florianópolis. Fernando Prass, inclusive, não se preocupa com esse retrospecto na Copa do Brasil. Para provar, pegou o retrospecto recente da competição.

- Nas duas últimas Copas do Brasil, o campeão decidiu fora de casa (Corinthians no Beira Rio em 2009 e Santos no Barradão em 2010). E já vi diversos outros times ganharem da mesma maneira. Isso é muito relativo. Depende do primeiro jogo. O Flamengo, mesmo perdendo em casa para o Ceará, quase se classificou marcando dois gols fora. O segredo é ter equilíbrio explicou o capitão vascaíno.

  O jogo em casa, de fato, é fundamental. Mas nesta mesma competição o Vasco já provou que não tem se intimidado na casa dos rivais. Contra o Náutico no caldeirão dos Aflitos, o time teve sua melhor atuação nesta temporada aplicando uma goleada de 3 a 0 . Já contra o Atlético-PR, não se intimidou com a Arena da Baixada e só não saiu com a vitória por causa de um pênalti no fim do jogo. Fellipe Bastos disse que o time aprendeu a jogar fora.

- O Vasco hoje está equilibrado em todos os setores e se torna um time forte. Mas antes de pensar no segundo jogo, temos de focar no primeiro. Precisamos fazer um bom resultado em casa e isso é qualquer vitória sem sofrer gols. De preferência com dois ou mais - projetou.          

veja também