MENU

Vazado nos últimos 12 jogos, Santos sofre sem equilíbrio e regularidade

Vazado nos últimos 12 jogos, Santos sofre sem equilíbrio e regularidade

Atualizado: Terça-feira, 1 Junho de 2010 as 8:11

A palavra equilíbrio se faz presente no discurso de Dorival Júnior há muito tempo. O treinador a utiliza para explicar taticamente a equipe, e responder às críticas da imprensa. Na prática, no entanto, o Santos mostra que ainda não atingiu o desejo de Dorival. Pelo contrário, os problemas defensivos persistem, e a equipe foi vazada pela 12ª vez consecutiva contra o Corinthians, no último domingo, no Pacaembu.

O ataque santista não tem conseguido assegurar resultados positivos. A irregularidade assusta. Nas 12 partidas em questão foram 27 gols marcados, e 25 sofridos. Com o alvinegro tendo conquistado cinco vitórias, dois empates e sofrido cinco derrotas. Aproveitamento de cerca de 47%.

A última vez que a defesa santista não sofreu um gol sequer foi na partida contra o São Paulo, válida pela semifinal do Campeonato Paulista, no dia 18 de abril, na Vila Belmiro. Na ocasião, Dorival optou por sacar André do time titular, atuar com dois atacantes (Robinho e NEymar). O alvinegro venceu o jogo por 3 a 0.

Sem Robinho em diversas partidas, o treinador voltou a utilizar o esquema com dois atacantes. Porém, sempre que isso aconteceu, três meias (Wesley, Marquinhos e Paulo Henrique Ganso) foram escalados

“Se quiser jogar no ataque, vai tomar gol mesmo. É uma opção do treinador. Não adianta cobrar a defesa depois. É normal isso. O ataque faz e a defesa toma – reclamou Edu Dracena.

A participação dos jogadores de ataque na marcação sempre é cobrada pelos integrantes da defesa santista. Nos treinamentos táticos, Dorival insiste em fazer os meias e atacantes cumprirem um posicionamento defensivo sem a posse de bola.

Nos 38 jogos realizados na temporada até o momento, o Santos só deixou de ser vazado em 8 deles. No total, foram 57 gols sofridos. Em compensação, o ataque santista já marcou 120 gols.

veja também