MENU

Venezuela empata aos 47 e fica em segundo; Paraguai vai pegar o Brasil

Venezuela empata aos 47 e fica em segundo; Paraguai vai pegar o Brasil

Atualizado: Quinta-feira, 14 Julho de 2011 as 8:14

                                    Em um jogo emocionante nesta quarta-feira, a Venezuela arrancou um empate com o Paraguai por 3 a 3 nos acréscimos do segundo tempo, em Salda,  e terminou em segundo lugar do Grupo B da Copa América. Os paraguaios ficaram em terceiro e vão enfrentar o Brasil nas quartas de final. No Estádio Padre Ernersto Martearena, os venezuelanos abriram o placar, sofreram três e conseguiram igualar graças a gols milagrosos aos 44 e 47 minutos.

O último tento teve tom de dramaticidade e ainda contou com a participação do goleiro Vega, que foi à grande área na cobrança de escanteio e desviou de cabeça para Perozo igualar. Rondón e Fedor completaram para a Venezuela, com Alcaraz, Barrios e Riveros anotando para o Paraguai.

O resultado obrigou todos a pegarem suas calculadoras. Com a vitória do Brasil por 4 a 2 sobre o Equador em seguida, o Grupo C conheceu seus classificados. A Seleção lidera com cinco pontos (saldo de dois, quatro gols marcados e dois sofridos), enquanto a Venezuela também tem cinco pontos e com saldo de dois, mas com três gols marcados e um sofrido. O Paraguai somou três (cinco gols marcados e sofridos) e se classificou como segundo melhor terceiro colocado, superando a Costa Rica (três pontos e saldo de -2). O Equador, com um ponto, está eliminado.

A partida entre Brasil e Paraguai será no próximo domingo, às 16h (de Brasília), em La Plata. No mesmo dia, às 19h15m (de Brasília), a Venezuela encara o Chile, em San Juan. Todas as partidas terão transmissão ao vivo do GLOBOESPORTE.COM.     Estigarribia tenta levar Paraguai à frente contra a marcação de González: empate melhor para Vinotinto (EFE)     Com cinco mudanças, Venezuela surpreende

O Paraguai começou bem a partida, mas foi em uma falha de sua defesa que a Venezuela se aproveitou para abrir o placar. Logo aos cinco minutos, Rincón roubou a bola de Ortigoza e deixou Rondón de frente para o gol. Da meia-lua, o atacante do Málaga chutou no canto direito de Villar para marcar.

Com cinco mudanças em relação ao time que venceu o Equador, entre elas os atacantes Fedor e Arizmendi, a Venezuela foi aos poucos recuando com o gol sofrido. Teoricamente melhor time, o Paraguai lentamente foi aos poucos se sentindo mais à vontade até achar o empate.    

Perozo comemora o gol nos acréscimos (Reuters)

Aos 33, Barrios acertou a trave e viu a bola bater nas pernas de Veja. O atacante se confundiu e saiu para comemorar, mas para sua sorte, Alcaraz aproveitou falha de Cichero na sequência e empurrou para as redes. A virada quase veio na sequência, aos 37, com Estigarribia, que acertou bonito chute de fora da área, por cima.

Paraguai vira, mas...

O ritmo seguiu o mesmo no segundo tempo. Aos poucos a Venezuela pôs os seus titulares poupados em campo, mas foi o Paraguai quem chegou ao gol. Aos 17, após cobrança de escanteio, Haedo Valdez, que entrara no lugar de Santa Cruz e também marcara contra o Brasil, conseguiu espaço e chutou. Vega espalmou, mas o rebote sobrou na frente de Barrios: 2 a 1.

A Venezuela, então, foi ao ataque e até desperdiçou algumas oportunidades do empate, mas àquela altura não teve força suficiente. E acabou penalizada em novo lance de bola parada. Aos 39, Torres cobrou falta da direita e Riveros se antecipou à zaga para ampliar.

Quando parecia entregue, a Vinotinto reagiu e chegou ao empate de forma dramática. Aos 44, Fedor aproveitou sobra na grande área, girou e chutou para diminuir. Aos 47, o goleiro Vega foi para a grande área e conseguiu desviar para Perozo marcar. Para quem nunca foi a uma Copa do Mundo, a festa por terminar à frente de ao menos um dos dois favoritos foi digna.            

veja também