MENU

Venturini abandona aposentadoria mais uma vez e assina com o Rio

Venturini abandona aposentadoria mais uma vez e assina com o Rio

Atualizado: Terça-feira, 17 Maio de 2011 as 12:03

Fernanda Venturini desistiu da aposentadoria e vai defender o Rio de Janeiro, time comandado pelo marido Bernardinho, na próxima temporada da Superliga Feminina de Vôlei. A levantadora foi convencida a voltar à ativa pelo próprio treinador, e diz que, agora, jogará por diversão e prazer. Aos 40 anos, ela assume o posto que era de Dani Lins, contratada pelo novo time do Sesi.

Fernanda Venturini posa com uniforme do Rio de Janeiro: de volta à ativa aos 40 anos (Foto: Divulgação)

  Na última semana, Bernardinho desconversou sobre um possível retorno de Fernanda às quadras e afirmou que a equipe negociava com duas estrangeiras. O técnico lembrou ainda que quem assumisse a função teria que correr bastante, já que Mari e Natália, ponteiras do time, tem o passe como ponto fraco.

- Nós conversamos (ele e Fernanda). Mas estamos conversando com duas estrangeiras. É uma responsabilidade muito grande guiar uma máquina. Eu até brinco que quem vier jogar nesse time tem que usar um tênis de corrida, porque o passe vai sofrer, tem que correr atrás do passe. Tem que pensar bem. Tem muitos elementos para levar em consideração, as filhas... Se entrar tem que fazer tudo o que fazemos. Não só treinamento, mas tem o cansaço, a ocupação do grupo. O foco das meninas é a carreira, e ela (Fernanda) está em outro momento. Tem que ir com calma para que isso não gere insatisfação e, ao longo do tempo, veja que não é isso que ela queria. Tem duas estrangeiras já com negociação encaminhada. Nada certo, mas já bem encaminhado - disse na ocasião.

Vai e vem

Venturini concede entrevista com a filha Vitória no colo (Foto: GLOBOESPORTE.COM)

  Fernanda anunciou sua aposentadoria pela primeira vez em 2001, quando foi vice-campeã da Superliga pelo time do Vasco. No entanto, apesar de ter dado à luz a Júlia, sua filha com Bernardinho, ela decidiu voltar para atuar pelo Osasco em 2003.

Após se transferir para o Rio de Janeiro na temporada 2004/05, a jogadora anunciou que pretendia disputar a Superliga pela última vez, mas desistiu após o vice-campeonato da equipe, derrotada pelo Osasco. Na edição seguinte, comandou o título da equipe carioca, com um triunfo sobre o time paulista na decisão.

Uma proposta milionária do Murcia, da Espanha, tirou Fernanda da aposentadoria mais uma vez em 2007. Campeã da Copa da Rainha e da Superliga Espanhola, deu a carreira novamente por encerrada até março de 2008, quando pediu uma nova chance na seleção brasileira.        

veja também