MENU

Vettel "seca" Rosberg no fim e fica com a pole em Cingapura

Vettel "seca" Rosberg no fim e fica com a pole em Cingapura

Atualizado: Sábado, 21 Setembro de 2013 as 6

Vettel "seca" Rosberg no fim e fica com a pole em CingapuraA soberania de Sebastian Vettel nos treinos para o GP de Cingapura era tanta, que piloto e equipe RBR esbanjaram confiança nos instantes finais da sessão que definiu o grid de largada para a corrida deste domingo (melhores momentos no vídeo). E quase pagaram caro por isso. Após fazer uma volta fantástica logo no início da superpole (Q3) e cravar 1m42s841, melhor tempo do fim de semana, Vettel ouviu seu engenheiro perguntar pelo rádio se achava a marca suficiente ou se poderia baixar mais. Ele respondeu: “Acho que posso encontrar mais um ou dois décimos”. Mesmo assim, eles decidiram abrir mão de mais uma tentativa de volta rápida, com o objetivo de poupar pneus para a corrida.
 
Dos boxes, porém, o piloto experimentou momentos de tensão. Roendo as unhas (vídeo ao lado), assistiu seu compatriota Nico Rosberg, da Mercedes, voar baixo e quase “roubar” sua posição de honra, ao cruzar a linha de chegada apenas 91 milésimo acima do tricampeão. Nessa hora, a tensão de Vettel deu lugar ao alívio e à celebração pela 41ª pole na carreira, a quinta no ano. Válido pela 13ª etapa da temporada, o GP de Cingapura está marcado para as 10h (de Brasília) com transmissão ao vivo da TV Globo e em Tempo Real pelo GLOBOESPORTE.COM.
 
- Foi uma sensação estranha. Você fica nos boxes, sabe que é tarde demais para ir para pista e vê os outros em tentativas finais, sendo que não há nada que você possa fazer. No fim, foi uma sensação muito boa, pois poderia ter dado tudo errado. Eu sabia que tinha uma “gordurinha” e é por isso que decidimos não voltar. O que não sabemos é o quanto a pista melhora. Nós achávamos que o tempo era bom o suficiente. No fim, foi  - disse Vettel.
 
Alívio também sentiu Felipe Massa. Em seu primeiro fim de semana de GP após anunciar que não seguirá na Ferrari em 2014, o brasileiro se impôs sobre seu companheiro de equipe, Fernando Alonso. Com dificuldades para andar rápido nas duas primeiras partes da atividade, Massa se encontrou na hora que era “para valer”. Com 1m43s890, alcançou a sexta posição, à frente do espanhol, que anotou 1m43s938.
 
Já Kimi Raikkonen, substituto do brasileiro na Ferrari em 2014, teve um dia péssimo. Com fortes dores nas costas em razão de um problema em um dos nervos da coluna, o finlandês sofreu no exigente circuito de Marina Bay. Com o rendimento comprometido, foi eliminado no Q2, terminando com o 13º lugar no grid. Bem atrás de um inspirado Romain Grosjean, seu parceiro de Lotus. O francês foi o terceiro mais rápido, superando a RBR de Mark Webber. Em quinto ficou Lewis Hamilton, da Mercedes. A surpresa da sessão ficou por conta de Esteban Gutiérrez. O jovem mexicano da Sauber avançou pela primeira vez ao Q3, ficou com a décima posição e largará à frente do parceiro de time, Nico Hulkenberg, 11º. Feito inédito no ano. Jenson Button, oitavo com McLaren, e Daniel Ricciardo, nono com STR, completaram o top 10.
 
Hamilton foi quem mais pisou fundo no Q1, primeira parte do treino. Anotou  1m44s196, quase 1s mais veloz que seu ex-parceiro dos tempos de McLaren, Button, o segundo. Alonso fez o terceiro tempo, seguido por Pérez e Rosberg. Vettel avançou em um discreto sétimo lugar, atrás do companheiro de RBR, Webber. Já Massa passou sufoco para se classificar para o Q2. Estava em 18º nos instantes finais, mas conseguiu abrir volta pouco antes do cronômetro zerar. Forçando o ritmo, deu uma escapada de traseira e precisou controlar o carro no braço para não beijar o muro na curva 19, completando a volta com o 13º tempo. A surpresa ficou por conta da eliminação de Paul di Resta (Force India). Caíram também: Pastor Maldonado (Williams); a dupla da Caterham, Charles Pic e Giedo van der Garde; e os pilotos da Marussia, Jules Bianchi e Max Chilton.
 
No Q2, Vettel pôs as cartas na mesa. Voou para marcar 1m42s905, muito à frente do segundo mais veloz, Webber, com 1m43s727. As Mercedes de Rosberg e Hamilton vieram logo a seguir, acompanhadas de Grosjean e Alonso. Massa avançou para o Q3 com mais tranquilidade, com o oitavo tempo, à frente Ricciardo e Button que abocanharam as duas últimas vagas.
 
Gutiérrez foi a grande surpresa desta parte da atividade ao passar com a Sauber em sétimo. Seu companheiro de time, Hulkenberg, apostou que seu tempo era suficiente e se deu mal: foi eliminado, em 11º. Outro figurão que ficou fora foi Raikkonen. Com dor nas costas, fez apenas o 13º tempo.  Saíram também: Jean-Eric Vergne (STR), Sergio Pérez (McLaren), Adrian Sutil (Force India) e Valtteri Bottas (Williams).
 
Primeiro a sair dos boxes no Q3, Vettel cravou, logo de cara, 1m42s841, melhor tempo do fim de semana. Webber, Rosberg e Hamilton marcaram seus primeiros tempos logo a seguir, todos na casa de 1m43. Pelo rádio, a RBR perguntou se o alemão estava satisfeito com seu tempo ou se achava que poderia baixar um pouco mais. Vettel respondeu que ainda poderia conseguir mais 1 ou 2 décimos. Mas no fim, piloto e equipe preferiram apostar na marca e não realizar outra tentativa, com o objetivo de poupar pneus. A aposta por pouco não deu errado. Com o cronômetro zerado, Rosberg quase tomou sua pole, passando apenas 0s091 acima. Inspirado, Grosjean tomou o terceiro lugar de Webber. Hamilton cruzou em quinto. Massa fez o sexto tempo e não foi alcançado pelo companheiro de Ferrari, Alonso. Button e Ricciardo ficaram, respectivamente, em nono em décimo. Enquanto Gutiérrez sequer saiu dos boxes, para poder escolher com qual pneu largar.
 
Confira como ficou o Grid de Largada:
 
1) Sebastian Vettel (ALE/RBR) 1m42s841               
2) Nico Rosberg (ALE/Mercedes) 1m42s932  +0s091      
3) Romain Grosjean (FRA/Lotus) 1m43s058  +0s217      
4) Mark Webber (AUS/RBR) 1m43s152  +0s311      
5) Lewis Hamilton (ING/Mercedes) 1m43s254  +0s413      
6) Felipe Massa (BRA/Ferrari) 1m43s890  +1s049      
7) Fernando Alonso (ESP/Ferrari) 1m43s938  +1s097      
8) Jenson Button (ING/McLaren) 1m44s282  +1s441      
9) Daniel Ricciardo (AUS/STR) 1m44s439  +1s598      
10) Esteban Gutiérrez (MEX/Sauber) sem tempo
 
Eliminados no Q2:
11) Nico Hulkenberg (ALE/Sauber) 1m44s555   
12) Jean-Eric Vergne (FRA/STR) 1m44s588      
13) Kimi Raikkonen (FIN/Lotus) 1m44s658  
14) Sergio Pérez (MEX/McLaren) 1m44s752      
15) Adrian Sutil (ALE/Force India) 1m45s185      
16) Valtteri Bottas (FIN/Williams) 1m45s388    
 
Eliminados no Q1:
17) Paul di Resta (ESC/Force India) 1m46s121     
18) Pastor Maldonado (VEN/Williams) 1m46s619      
19) Charles Pic (FRA/Caterham) 1m48s111  
20) Giedo van der Garde (HOL/Caterham) 1m48s320       
21) Jules Bianchi (FRA/Marussia) 1m48s830      
22) Max Chilton (ING/Marussia) 1m48s930

veja também