MENU

Vettel voa e faz a quarta pole do ano

Vettel voa e faz a quarta pole do ano

Atualizado: Sábado, 7 Maio de 2011 as 9:33

Após dominar os três treinos classificatórios desta temporada e chegar na Turquia com 100% de aproveitamento, Sebastian Vettel chegou a Istambul com um novo capacete, com um olho turco, símbolo contra o mau-olhado na parte superior. Com a proteção extra no treino classificatório, os adversários sequer tiveram chances de superar o alemão. O piloto da RBR saiu cedo na superpole, marcou 1m25s049, quatro décimos melhor que o companheiro, o australiano Mark Webber. O alemão Nico Rosberg confirmou a boa fase da Mercedes após o início da temporada e marcou o terceiro tempo, à frente dos carros da McLaren, única equipe que tinha rivalizado com a RBR nas três primeiras provas. O inglês Lewis Hamilton foi o quarto, logo à frente de Fernando Alonso, da Ferrari. O espanhol foi meio segundo pior que Vettel, mas ficou cinco posições à frente de Felipe Massa. O brasileiro optou por não completar sua volta na superpole e sai apenas em décimo. Rubinho fica a 24 milésimos de entrar na superpole

Com um bom desempenho na primeira parte do treino classificatório (Q1), Barrichello entrou motivado no segundo terço do treino (Q2). O brasileiro da Williams marcou um bom tempo na metade dos 15 minutos regulamentares do trecho. Sua volta parecia suficiente para assegurar sua primeira participação na superpole (Q3) em 2011, mas Nick Heidfeld o superou já com o cronômetro zerado. O alemão foi apenas 24 milésimos melhor que o piloto da equipe inglesa. Massa passou com tranquilidade à superpole com a sétima posição. O brasileiro ficou a dois décimos do tempo de Alonso, seu companheiro, que foi o sexto. Sebastian Vettel foi o melhor do Q2 com o melhor tempo do fim de semana até então: 1m25s610, dois décimos à frente de Rosberg, o segundo colocado neste trecho do treino classificatório. Kamui Kobayashi tem problemas e larga em último O Q1 teve apenas uma surpresa: a eliminação de Kamui Kobayashi, da Sauber. Ele chegou a tentar uma volta rápida, mas seu carro apagou no meio da pista. O japonês ainda conseguiu se arrastar para os boxes, mas os mecânicos da equipe suíça acabaram descobrindo uma falha na bomba de combustível. Ainda que não tenha marcado tempo, deve ser autorizado a largar pelos comissários da FIA, mas na última posição. Na frente, Massa precisou apelar para os pneus macios para conseguir uma vaga no Q2. O brasileiro acabou sendo o melhor do Q1, 77 milésimos à frente de Webber, o segundo melhor. Mais atrás, Barrichello sofreu para conseguir sua vaga. O piloto da Williams marcou seu tempo cedo e ficou um bom tempo parado nos boxes. Ele conseguiu a 17ª posição, no limite, após ser superado por Adrian Sutil, da Force India, já com o cronômetro zerado.

  Por GLOBOESPORTE.COM Direto de Istambul, Turquia

veja também