MENU

Vice do Palmeiras descarta Carlos Alberto: 'Tornou-se muito caro'

Vice do Palmeiras descarta Carlos Alberto

Atualizado: Terça-feira, 10 Janeiro de 2012 as 3:02

A diretoria do Palmeiras desistiu de um acerto com o meia Carlos Alberto, do Vasco. Além da pubalgia detectada nos exames médicos do jogador, a falta de um acerto financeiro com o clube carioca foi decisiva para o encerramento das negociações. O Verdão espera apenas o laudo final do departamento médico, nesta terça-feira, para endossar a desistência.


O vice-presidente Roberto Frizzo esperava um acerto para segunda-feira, quando teria uma reunião com o vice vascaíno José Hamilton Mandarino. Na conversa com o dirigente carioca, porém, houve divergência no acerto dos valores a serem pagos – o Verdão queria um empréstimo gratuito e participação do Vasco no pagamento dos salários. O clube cruz-maltino pretendia pagar uma parte menor dos vencimentos de Carlos Alberto.
– Ele manifestou o desejo de jogar aqui, o Felipão aceitou. Fomos até o Vasco, o presidente Roberto Dinamite liberou, depois tivemos os valores e negociamos. Mas depois os valores começaram a mudar, houve esse desencontro que inviabilizou a negociação. Começou de um jeito e foi mudando para números que se tornariam muito caros. Por isso está praticamente descartado – afirmou Roberto Frizzo.


A diretoria do Palmeiras considerou muito cara a contratação do meia, não só pelos números propostos pelo Vasco, mas também pelo risco de se ter um jogador às voltas com lesões. Por conta disso, o contrato preparado para Carlos Alberto seria de produtividade, com a possibilidade de o Verdão dispensá-lo em caso de indisciplina, sem a necessidade de pagar multa rescisória.


– Ele se queixava de dores e, de tanta vontade de atuar aqui, resolveu fazer os exames por conta própria. Vamos esperar os laudos, temos de nos preocupar com o ser humano, mas o problema foi com os valores, que ficaram muito altos – explicou o dirigente alviverde.


O Palmeiras consultou um médico especialista na região do quadril para analisar a situação de Carlos Alberto. A princípio, o profissional liberou o meia para a prática do esporte. Mesmo assim, o clube já avisou que vai utilizar seus recursos para preencher posições mais carentes do elenco.


– Talvez a gente use esses recursos em contratações de outros jogadores. Temos posições em que precisamos de reforços – avisou Frizzo.
O clube contratou três reforços para a temporada: o lateral-esquerdo Juninho, o meia-atacante Daniel Carvalho e o zagueiro Adalberto Román. Outro que negocia é o atacante argentino Ismael Sosa, que joga no Gaziantepspor-TUR.


veja também