MENU

Victor, salvador, divide heroísmo com os batedores de pênaltis

Victor, salvador, divide heroísmo com os batedores de pênaltis

Atualizado: Quinta-feira, 10 Março de 2011 as 3:55

Foi defensável o chute do segundo gol do Caxias, o lance que parecia ter decretado a queda do Grêmio na decisão do primeiro turno do Campeonato Gaúcho, nesta quarta-feira. Mas Victor tem estrela. A reação da equipe gremista, buscando o empate por 2 a 2 nos últimos segundos de partida, deu ao goleiro a chance de mostrar por que é atleta de Seleção Brasileira. Nos pênaltis, ele brilhou.     A idolatria de Victor em cada metro quadrado de arquibancada do Olímpico ganhou novos episódios nos dois primeiros pênaltis batidos pela equipe grená. As cobranças de Dê e de Diogo pararam nas mãos do goleiro. Ele virou um dos heróis da conquista. Foi abraçado pelos colegas, vibrou com a torcida, fez festa. E dividiu as glórias de uma noite de forte tensão para os gremistas.

- Heróis foram todos, pelo empenho, pela luta, pela raça que o time teve. No momento em que o time conseguiu o empate, procurei me concentrar, lembrar daquilo que trabalhei nos treinamentos, esperar o adversário bater – disse Victor.     O Grêmio venceu por 4 a 1 nos pênaltis. Victor só foi vazado uma vez. E todos os batedores do time tricolor acertaram suas cobranças. Por isso, receberam elogios do goleiro.

- Temos que louvar o trabalho daqueles que bateram. Todos estão de parabéns. Da forma como foi o jogo, foi até mais gostosa a conquista.

O Tricolor, campeão do primeiro turno, inicia a segunda metade do Estadual, a chamada Taça Farroupilha, no sábado, contra o Cruzeiro-Poa, no Olímpico. Alguns titulares podem ser preservados, já que o time de Renato Gaúcho vai ao Peru na semana que vem para duelar com o León de Huánaco, pela Libertadores.    

veja também