MENU

Virou regra: quando Diego Souza brilha, o Vasco encanta

Virou regra: quando Diego Souza brilha, o Vasco encanta

Atualizado: Terça-feira, 20 Setembro de 2011 as 10:17

Diego Souza foi o grande nome da vitória sobre o

Grêmio (Foto: Guito Moreto / O Globo)

  Ao longo desta temporada, o Vasco viveu alguns momentos de brilho marcados por belas atuações. O segundo jogo da semifinal da Copa do Brasil, contra o Avaí, foi um deles. Neste Brasileiro, as vitórias sobre o mesmo Avaí, além do badalado Santos, do Atlético-MG e da última contra o Grêmio (confira os gols ao lado), também saltaram aos olhos dos vascaínos. Coincidentemente, um fato comum marcou estes jogos: uma grande atuação do camisa 10 Diego Souza com direito a gol. A curiosidade acabou virando uma regra.

Os companheiros de time sabem muito bem da qualidade e do poder de decisão de Diego Souza. Segundo Eder Luis, o camisa 10 possui uma característica que ajuda muito não só a ele próprio como também aos demais jogadores do Vasco.

- Quando você toca, ele segura a bola e puxa a marcação. Com isso, o time tem tempo de subir para o ataque. Consequentemente, todos conseguimos jogar melhor. Temos explorado muito essa jogada. E quando ele está inspirado acaba decidindo com gols e passes precisos - afirmou o atacante, que considera uma coincidência curiosa o fato de o Vasco sempre sair com a vitória quando Diego Souza deixa a sua marca.

O lateral-direito Fagner exaltou não só o bom futebol de Diego como também o fator coletivo do time. Para ele, quando todos pensam da mesma maneira, as individualidades aparecem. E, quando isso acontece com o camisa 10, quem ganha é o Vasco.

 - As coisas funcionam quando ele está inspirado. Aí o Diego acaba com o jogo - resumiu. O lado ruim desta história é que Diego Souza raramente consegue manter este alto nível por duas rodadas consecutivas. Após a vitória sobre o Santos, Diego Souza fez talvez sua pior partida pelo Vasco na goleada sofrida para o Botafogo. Além de jogar mal, ele terminou expulso. Depois do jogo contra o Avaí, um outro clássico, desta vez contra o Fluminense. A atuação não foi ruim, mas nem o Vasco e nem seu camisa 10 brilharam. Contra o Atlético-GO, na próxima quinta-feira, às 20h30m (de Brasília), em São Januário, a meta é acabar de vez com o fator vaga-lume.

Os cinco melhores jogos de Diego Souza pelo Vasco

25/5 - Avaí 0 x 2 Vasco - Na jogo de volta das semifinais da Copa do Brasil, Diego Souza, com um toque sutil, marcou o gol que selou a vitória por 2 a 0. Além do gol, o camisa 10 mostrou um repertório de dribles, arrancadas e jogadas que encantaram a todos.

24/7 - Atlético-MG 1 x 2 Vasco - Taticamente não foi uma atuação impecável como as outras. No entanto, o camisa 10 mostrou seu poder de decisão. Foi dele de cabeça o gol que abriu o placar na partida. O da vitória saiu perto do fim do jogo em cobrança de pênalti considerada duvidosa e polêmica pelos mineiros. Se não brilhou, mostrou ser pé quente já que manteve a estatística de que o Vasco sempre vence quando Diego marca.

  3/8 - Vasco 2 x 0 Santos - Pela 14º rodada do Brasileiro, outra grande atuação. Além do golaço que abriu o placar em chute com raiva, Diego Souza foi a principal peça do time armando as jogadas, sofrendo faltas perigosas - foram seis recebidas - e dando mais duas finalizações que quase resultaram em gols. A noite se completou com um gol de Dedé coroando uma belíssima atuação em São Januário. 17/8 - Avaí 0 x 2 Vasco - Pela 17º rodada do Brasileiro, novamente na Ressacada, Diego Souza marcou um gol coroando uma bela atuação.

17/9 - Vasco 4 x 0 Grêmio - Neste jogo o show foi completo. Primeiro ele marcou um belíssimo gol com direito a um drible desconcertante no zagueiro Edcarlos e um chute colocado. Em seguida, ele iniciou a jogada do gol de Eder Luis e deu a assistência na medida para Fagner encerrar a goleada por 4 a 0 - o primeiro gol foi de Elton. O resultado foi o delírio total dos mais de 16 mil torcedores presentes na Colina Histórica.        

veja também