MENU

Vôlei: Brasil estreia na Copa dos Campeões com vitória sobre as dominicanas

Vôlei: Brasil estreia na Copa dos Campeões com vitória sobre as dominicanas

Atualizado: Terça-feira, 10 Novembro de 2009 as 12

Antes do jogo, o técnico brasileiro que dirige a seleção feminina da República Dominicana, Marcos Kwiek, disse que para vencer o Brasil novamente em 2009 só se seu time jogasse muito e encontrasse as adversárias num dia péssimo. No início do jogo até pareceu que esse dia era esta terça-feira, em Tóquio, mas ainda no primeiro set as campeãs olímpicas se recuperaram de momentos de relaxamento e venceram na estreia da Copa dos Campeões por três 3 sets a 0, parciais de 25/23, 25/16 e 25/17, em 1h13m de jogo.

Sheilla e Adenizia no bloqueio contra Milagros Cabral. Natália e Fabi na expectativa para a defesa  Na primeira partida do dia, a Itália derrotou a Tailândia por 3 sets a 0 (27/25, 25/22 e 25/22). Nesta quarta, às 8h (de Brasília), a seleção brasileira volta à quadra para enfrentar as japonesas, enquanto as dominicanas abrem a segunda rodada contra as tailandesas.

Com Paula Pequeno e Thaisa no banco, o Brasil começou atrás no marcador. As dominicanas abriram logo 3/0, mas a seleção brasileira equilibrou a partida. A República Dominicana, no entanto, manteve a dianteira no placar e foi para a primeira parada técnica com 8/6 a seu favor.

Na volta, as dominicanas continuaram melhor e ampliaram a vantagem (12/8). O técnico José Roberto Guimarães pediu tempo para acordar o seu time. Não adiantou muito, pois a seleção brasileira foi para a segunda parada técnica perdendo por 16/10.

O time brasileiro continuou disperso e era dominado até com certa facilidade. Após outro tempo pedido por Zé Roberto, a equipe voltou para a quadra mais vibrante e com o bloqueio eficiente, conseguindo assim tirar a vantagem dominicana de sete pontos (19/12) para empatar em 19/19. O jogo ficou equilibrado, e o Brasil passou à frente no placar pela primeira vez na partida num erro das adversárias: 22/21. Após ataque de Natália, as brasileiras fizeram 24/22. Com outra cortada da atacante, o Brasil fechou em 25/23.

Brasileiras começam a se soltar no segundo set

O segundo set começou equilibrado, mas com as dominicanas novamente na frente. O Brasil chegou a virar para 7/6, mas foi para a primeira parada técnica em desvantagem: 8/7. No retorno, as campeãs olímpicas subiram de produção e conseguiram fazer 13/11, depois 14/12 e foram para a segunda parada com 16/13 a seu favor.

Natália fazia uma grande partida, e a seleção brasileira foi ampliando a sua vantagem, chegando a 19/13, após um bloqueio de Carol Gattaz. O domínio do jogo era total do Brasil, que chegou a 22/15, quando o técnico brasileiro da República Dominicana, Marcos Kwiek, pediu tempo. Mas já era tarde, pois as brasileiras fecharam em 25/17.

Terceiro set é o mais tranquilo

Jogadoras do Brasil comemoram ponto O terceiro set começou equilibrado, mas logo o Brasil deslanchou e foi para a primeira parada técnica com vantagem: 8/4. A seleção voltou com a mesma concentração e contando também com os erros de saque das adversárias.

A partida continuou completamente a favor das brasileiras, que caminhavam com facilidade para fechar a partida. As dominicanas se perderam após o primeiro set cedido às brasileiras e cometeram muitos erros durante a partida. Assim, o Brasil, que teve a volta de Thaisa no fim do terceiro set, encerrou a partida com 25/17 após ataque no meio de Carol Gattaz.

Escalação dos times:

BRASIL - Dani Lins, Carol Gattaz, Mari, Adenizia, Natália e Sheilla. Líbero: Fabi. Entraram: Ana Tiemi, Joycinha, Sassá e Thaisa.

REPÚBLICA DOMINICANA - Milagros Cabral, Annerys Vargas, Elisa Eve, Karla Echenique, Prisilla Rivera e Altagracia Mambru. Líbero: Brenda Castillo. Entraram: Rosa Caso, Jeoselyna Rodriguez, Dharlenis Marte e Dahiana Burgos.

veja também