MENU

Webber surpreende, quebra sequência de Vettel

Webber surpreende, quebra sequência de Vettel

Atualizado: Sábado, 21 Maio de 2011 as 11:53

Por GLOBOESPORTE.COM Barcelona, Espanha

  Após o último treino livre, quando Sebastian Vettel marcou o melhor tempo com apenas uma volta rápida, parecia que a sexta pole seguida estava a caminho. Mas o alemão não contava com um motivado Mark Webber, ansioso para dar uma resposta ao domínio do companheiro de RBR. E o australiano voou na superpole, marcou 1m20s981 e vai largar em primeiro no do grid do GP da Espanha, no circuito de Barcelona, mantendo o domínio da equipe austríaca nos treinos em 2011. Ele ficou dois décimos à frente de Vettel, o segundo. O inglês Lewis Hamilton, da McLaren, completou a lista dos três primeiros colocados.

Superado pelo companheiro nas quatro primeiras corridas do ano e derrotado na disputa pelo título do ano passado, Webber conseguiu sua segunda pole seguida no circuito de Barcelona. Já Vettel não largava em segundo desde o GP do Brasil do ano passado, quando o alemão Nico Hulkenberg, então na Williams, surpreendeu no molhado e roubou a primeira posição do compatriota. A largada do GP da Espanha está marcada para as 9h (de Brasília) deste domingo, com transmissão da Rede Globo. O GLOBOESPORTE.COM acompanha todas as 66 voltas em Tempo Real com vídeos.

Mark Webber enfim consegue encerrar sequência de poles de Sebastian Vettel na F-1 (Foto: Getty Images)   Fernando Alonso proporcionou um momento inusitado no minuto final do treino. Sem a nova asa traseira da Ferrari, proibida após uma inspeção da Federação Internacional de Automobilismo (FIA), o espanhol andou no limite e conseguiu a quarta posição, logo à frente de Jenson Button, da McLaren. Após completar a volta, o bicampeão comemorou a posição como se estivesse na pole position, com direitos a gritos pela comunicação de rádio da equipe e acenos para a torcida.

Felipe Massa acabou mais uma vez superado pelo companheiro de Ferrari em um treino classificatório em 2011. Em cinco corridas, o espanhol largou todas as vezes à frente do brasileiro, que conseguiu apenas a oitava posição neste sábado em Barcelona. Na superpole, ele ficou à frente apenas de Pastor Maldonado, da Williams, o nono, e Michael Schumacher, da Mercedes, que não marcou tempo no último trecho da sessão e sai em décimo. Com problemas no câmbio, Rubens Barrichello conseguiu apenas a 19ª posição no grid em Barcelona.

Massa passa sufoco, mas entra na superpole

Os carros demoraram alguns minutos para entrar na pista no início da segunda parte do treino (Q2) e a RBR acabou sendo a primeira a colocar seus carros para marcar tempo. Com os pneus macios, Vettel marcou rapidamente o melhor tempo mesmo sem o Sistema de Recuperação de Energia Cinética (Kers), seguido de perto pelo companheiro Webber. Os dois, aliás, foram os únicos a entrar na casa de 1m21s e superaram a McLaren com folga.

Quem teve dificuldades para entrar na superpole foi Massa. O brasileiro estava na nona colocação até o último minuto do treino, mas Pastor Maldonado, da Williams, arrancou um bom tempo, subiu para oitavo e jogou o piloto da Ferrari para a décima posição, já sem possibilidades de voltar à pista. Por sorte, Kamui Kobayashi, da Sauber, errou em sua última volta rápida e ficou só em 14º.

Barrichello fora na primeira parte do treino

A adoção dos pneus superduros pela Pirelli em Barcelona deixou uma interrogação na cabeça das equipes. Como o composto era, em média, dois segundos e meio mais lento, os times precisavam decidir se usariam os macios na primeira parte do treino (Q1) ou se poupavam para a corrida. Como Nick Heidfeld não treinou por causa de um incêndio no último treino livre ocasionado por uma quebra no escapamento, a maioria dos pilotos optou por ter um .

Um dos pilotos que não usou os pneus macios foi Rubens Barrichello, que teve problemas no câmbio de seu carro na parte final do Q1 e não pôde voltar à pista. O brasileiro acabou apenas com o 19º tempo, atrás da Lotus, que colocou Heikki Kovalainen no Q2 e Jarno Trulli em 18º. O piloto da Williams, pelo menos, poderá tentar uma estratégia diferente.

Entre as principais equipes, apenas a Mercedes, Ferrari e a Renault-Lotus usaram os pneus macios no Q1. Schumacher acabou o trecho com o melhor tempo, seguido por VItaly Petrov. Alonso foi o quarto e Massa, o quinto. O único intruso nesta lista foi o venezuelano Maldonado, que ficou na terceira posição e avançou para o Q2.

Confira o grid de largada do GP da Espanha:

1 - Mark Webber (AUS/RBR-Renault) - 1m20s981

2 - Sebastian Vettel (ALE/RBR-Renault) - 1m21s181

3 - Lewis Hamilton (ING/McLaren-Mercedes) - 1m21s961

4 - Fernando Alonso (ESP/Ferrari) - 1m21s964

5 - Jenson Button (ING/McLaren-Mercedes) - 1m21s996

6 - Vitaly Petrov (RUS/Renault-Lotus) - 1m22s471

7 - Nico Rosberg (ALE/Mercedes) - 1m22s599

8 - Felipe Massa (BRA/Ferrari) - 1m22s888

9 - Pastor Maldonado (VEN/Williams-Cosworth) - 1m22s952

10 - Michael Schumacher (ALE/Mercedes) - sem tempo

Eliminados na segunda parte do treino classificatório:

11 - Sebastien Buemi (SUI/STR-Ferrari) - 1m23s231

12 - Sergio Pérez (MEX/Sauber-Ferrari) - 1m23s367

13 - Jaime Alguersuari (ESP/STR-Ferrari) - 1m23s694

14 - Kamui Kobayashi (JAP/Sauber-Ferrari) - 1m23s702

15 - Heikki Kovalainen (FIN/Lotus-Renault) - 1m25s403

16 - Paul di Resta (ESC/Force India-Mercedes) - 1m26s126

17 - Adrian Sutil (ALE/Force India-Mercedes) - 1m26s571

Eliminados na primeira parte do treino classificatório:

18 - Jarno Trulli (ITA/Lotus-Renault) - 1m26s521

19 - Rubens Barrichello (BRA/Williams-Cosworth) - 1m26s910

20 - Timo Glock (ALE/MVR-Cosworth) - 1m27s315

21 - Vitantonio Liuzzi (ITA/Hispania-Cosworth) - 1m27s809

22 - Jerome D'Ambrosio (BEL/MVR-Cosworth) - 1m27s908

23 - Narain Karthikeyan (IND/Hispania-Cosworth) - 1m28s556

24 - Nick Heidfeld (ALE/Renault-Lotus) - sem tempo

veja também